Feitiço da Sombra - Nora Roberts

11 de julho de 2020

Título: Feitiço da Sombra - Primos O'Dwyer #2
Autora: Nora Roberts
Editora: Arqueiro
Gênero: Fantasia/Romance
Ano: 2015
Páginas: 288
Nota:★★★☆☆
Sinopse: Connor O’Dwyer se orgulha de chamar o Condado de Mayo de seu lar. É lá que Branna, sua irmã, mora e trabalha e onde Iona, sua prima, encontrou o verdadeiro amor. Foi nessa terra que seus parentes e amigos formaram um círculo de proteção que nunca poderá ser rompido... Até que um beijo põe em risco a segurança de todos. Depois de um breve encontro com a morte, Connor e a melhor amiga de sua irmã se entregam um ao outro. Eles se dão bem desde a infância e, depois do tórrido encontro, o rapaz tem esperança de que esse relacionamento evolua. Para frustração dele, no entanto, Meara se contenta apenas com o prazer do momento, temendo se perder – e perder a amizade dele. Essa mudança em sua relação pode abalar o círculo e permitir que uma perigosa ameaça ressurja aos poucos, como uma névoa. Para detê-la, Connor precisará novamente da família e dos amigos para despertar a força e a fúria que correm em seu sangue. Quem sabe pela última vez.

Resenha: Feitiço da Sombra é o segundo volume da trilogia Primos O'Dwyer, escrita por Nora Roberts e publicado pela Editora Arqueiro no Brasil.
A história se passa nos mesmos lugares e gira em torno das questões dos mesmos personagens, porém, cada livro é destinado a um casal principal formado por um dos primos. A resenha está livre de spoilers do livro anterior.

Assim como no primeiro livro, este começa sendo narrado no passado, quando os filhos de Sorcha - Brannaugh, Teagan e Eamon - estão prestes a decidir o rumo de suas vidas, escondendo ou assumindo de vez a magia que a mãe lhes deixou. No tempo presente, de volta ao Condado de Mayo, a história se desenrola ao mostrar Iona e Boyle, Connor e Meara, Branna e Fin. Todos formam um Círculo, preocupados em proteger a família, a amizade e o amor que nutrem um pelo outro travando uma luta contra Cabhan, que quer destruir todos eles.

Em Bruxa da Noite, o livro anterior, quem teve espaço foi Iona e seu relacionamento com Boyle. Neste volume, Connor O’Dwyer é o personagem que ganha foco, assim como Meara, amiga de infância dele e da irmã Branna.
Em meio ao perigo que enfrentam, Connor e Meara resolvem se entregar um ao outro, se rendendo a uma atração que já existia há muito tempo, mas ela não acredita mais no amor devido ao trauma pelo próprio pai ter abandonado a família. Meara só deseja aproveitar o momento sem que nada se torne sério e resiste a começar algo com Connor que, acostumado a sempre conseguir o que quer, deseja que o sentimento seja correspondido e tem esperanças de que eles engatem um relacionamento.
O problema é que Cabhan não foi derrotado como imaginavam e ainda quer destruir suas vidas, e sua brecha é a ideia do Círculo abalado pela fragilidade do relacionamento de Connor e Meara devido à resistência da moça...

Narrado em terceira pessoa, acompanhamos uma história cuja força está no Círculo. O tema da trilogia é mais voltado para a família e a forma como a união e o amor rege a vida de cada um dos envolvidos.
Apesar de o livro estar com uma revisão um pouco mal feita, a narrativa se desenvolve de forma fácil, fluida e lírica, mas em alguns diálogos houve algumas transições entre personagens de forma que eu mal sabia quem era quem. Todos têm o costume de falar do mesmo jeito e não têm particularidades nesse quesito que pudessem diferenciar um do outro, me confundindo em alguns trechos.
A história acaba sendo previsível pelo fato de girar em torno da mesma coisa e não ter grandes mudanças, ação ou reviravoltas. O enredo se desenvolve de forma repetida, e por esse motivo não surpreende, mesmo que os elementos mágicos estejam presentes.

Connor é aquele tipo de personagem que tem "experiência" quando o assunto é mulher, mas nem por isso é visto como alguém que arrasa e parte corações por onde passa. Ele parece ser o personagem mais focado entre os primos, sempre seguindo em frente com o pé no chão e sem descansar enquanto não atinge seus objetivos. Mas em alguns momentos ele age por impulso e se mete em problemas que não deveria, o que acaba tirando a paciência de qualquer um.
Meara é forte e determinada, tem problemas de confiança, mas ainda assim não se deixa abalar por coisas pequenas. O que ela não quer é se envolver amorosamente para evitar uma decepção maior, e pra mim foi um motivo compreensível.

Os personagens de forma geral, incluindo principais e secundários, são essenciais para o desenrolar da história e possuem um vínculo tão intenso, independente de seus propósitos, personalidades ou compreensão, que passam a mensagem de que o que realmente importa nessa vida é a amizade verdadeira, a família unida e o amor, e que tudo isso junto pode superar qualquer obstáculo. A relação deles foi construída de uma forma bastante real, apresentando características simples de um convívio social rotineiro do dia a dia que acabam sendo a melhor parte da história.

Achei que o nome do livro foi bastante adequado visto que se trata do feitiço utilizado por Cabhan para perseguir os O'Dwyer, além de que a autora ainda se aprofundou no feitiço que possibilita que os personagens façam viagens no tempo cruzando passado e presente de forma que haja interação com os filhos de Sorcha.
Acho que para que a história de Iona iniciada no primeiro livro não ficasse completamente esquecida, podemos acompanhar algumas poucas cenas dela e Boyle. O romance não é trabalhado e tampouco ganha espaço. Somente a ideia de que eles estão prestes a se casar se faz presente. E, por não ter curtido muito o romance deles, não me importei que isso tenha ficado pra escanteio nesse volume.
O livro, apesar de não ter superado totalmente minhas expectativas, teve um bom aprofundamento ao trabalhar a história dos personagens, dando mais espaço ao relacionamento e sem deixar a luta contra o mal em segundo plano.

A ideia do amor e da amizade ligada a laços familiares fortes e inquebráveis, e ainda tendo a Irlanda como pano de fundo, é algo encantador e com certeza vai chamar atenção de todos que apreciam uma leitura rica em detalhes e que explora o universo mágico de forma convincente.

0 Comentários pelo Blogger
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário