29 de setembro de 2013

Fale! - Laurie Halse Anderson

Lido em: Setembro de 2013
Título: Fale!
Autora: Laurie Halse Anderson
Editora: Valentina
Gênero: Juvenil/Drama
Ano: 2013
Páginas: 248
Nota:
Sinopse: “Fale sobre você... Queremos saber o que tem a dizer.” Desde o primeiro momento, quando começou a estudar no colégio Merryweather, Melinda sabia que isso não passava de uma mentira deslavada, uma típica farsa encenada para os calouros. Os poucos amigos que tinha, ela perdeu ou vai perder, acabou isolada e jogada para escanteio. O que não é de admirar, afinal, a garota ligou para a polícia, destruiu a tradicional festinha que os veteranos promovem para comemorar a chegada das férias e, de quebra, mandou vários colegas para a cadeia.
E agora ninguém mais quer saber dela, nem ao menos lhe dirigem a palavra - insultos e deboches, sim - ou lhe dedicam alguns minutos de atenção, com duvidosas exceções. Com o passar dos dias, Melinda vai murchando como uma planta sem água e emudece. Está tão só e tão fragilizada que não tem mais forças para reagir.
Finalmente encontra abrigo nas aulas de arte, e será por meio de seu projeto artístico que tentará retomar a vida e enfrentar seus demônios: o que, de fato, ocorreu naquela maldita festa?
Resenha: Fale! é um grande fenômeno da literatura estrangeira (publicado em 1999) por expor de forma sutil os problemas pelos quais alguém que sofre algum tipo de abuso sexual passa, e como lida com isso à sua própria maneira. Em 2004 ganhou sua versão cinematográfica (o filme se chama "O Silêncio de Melinda) e agora, em 2013, a Editora Valentina publicou a versão em português no Brasil.

Fale! conta a história de Melinda Sorvino, uma menina de 13 anos que narra sua rotina ao iniciar os estudos no colégio Merryweather, cujo lema seria a frase "Fale sobre você... Queremos saber o que tem a dizer."
Para Melinda, o "slogan" não passa da mais pura mentira, pois, alí no colégio, a única coisa que ela não se sente a vontade em fazer é falar, pois ninguém quer saber o que se passa em sua cabeça.
Melinda não é popular... Muito pelo contrário... Ela vive sofrendo bullying. O motivo? Antes das aulas, Melinda estragou uma festa chamando a polícia, ninguém entendeu nada, ninguém se preocupou em saber por que ela fez aquilo, e quem era seu amigo, deixou de ser...
Abandonada e alvo de deboches, Melinda se retrai, não se sente a vontade na escola e nem com os próprios pais, que além de desinteressados, só se preocupam em cobrar de Melinda boas notas, que são horríveis. Melinda emudece, se fecha, deixa de expor emoções e se transforma em outra pessoa, e através de seu projeto de artes (a árvore) suas atitudes, pensamentos e de seu próprio silêncio, ela vai comover os leitores que embarcarem em sua história...

Narrado em primeira pessoa, Fale!, apesar de trazer um tema delicado e, ao mesmo tempo, ser exposto de forma crua, tem muito enfoque no colégio e, devido a este fator, não me agradei 100% da história pois fiquei com a impressão de que o livro é direcionado às pessoas que fazem parte somente deste universo, pois é repleta de elementos e diálogos que, por mais inteligentes que sejam, fazem parte dessa fase da vida desses jovens. É até considerado paradidático, pois "ensina" ao jovem o que fazer em casos de violência como as que Melinda sofreu. Por um lado entendi que quem sofre tais abusos em sua maioria são crianças e adolescentes que estão nessa fase, mas acredito que há um mundo lá fora que poderia ser, de alguma forma, explorado tanto quanto a escola.
Os demais personagens são todos muito bem construídos, desde as personalidades até como são chamados por Melinda, como Mister Pescoço, Troço, Senhora Juba, "aluno corajoso" e etc... São personagens que fazem da história algo crível e real, que aproxima o leitor do ambiente e que faz com que possamos nos identificar com alguém, ou lembrar de alguém com quem convivemos na escola.
A capa não poderia ser mais adequada em mostrar o que Melinda passa, trazendo a árvore de seu projeto em que os "frutos" são várias bocas fechadas, representando o seu silêncio.
É muito interessante e ao mesmo tempo frustrante acompanharmos o comportamento de Melinda e de quem a cerca. Ela era uma garota estudiosa e popular, mas depois de ter passado por aquele episódio terrível que a deixou tão transtornada, ela se fecha, e por mais que queira contar ao mundo o que a assombra, ela simplesmente não consegue. A escola, que deveria prestar atenção em seu comportamento diferente e ajudá-la, só se preocupa em chamar seus pais quando as notas dela estão baixas, como se notas baixas só significassem a falta de aprendizado, a falta de atenção ou o mau comportamento em sala... como se não pudesse existir mais nada por trás disso... É como se o leitor fosse seu único confidente e fiquei angustiada, querendo ajudá-la para que ela enfim tomasse coragem pra se abrir. O problema é que de nada adianta alguém falar quando não há ninguém pra ouvir...
Não é uma história que traz uma mensagem nas entrelinhas, afinal, como a própria autora diz, boas histórias só precisam refletir experiências, sejam elas boas ou ruins, pois atingem o leitor e o coloca pra pensar acerca dos problemas que podem estar mais próximos do que ele pode imaginar...
Fale! mostra através da história de Melinda que algo tão espinhoso e cruel como a violência sexual, deve ser exposto e combatido, nunca guardado em segredo. Basta ter coragem! Fale!

21 comentários

  1. Impressionante como o tema bullying tornou-se popular. há uns 20 anos atrás ninguém falava a respeito e achava tudo aquilo muito normal. hoje em dia a coisa tomou uma proporção inimaginável. Sabe, acho que pelo o que entendi esse livro foi feito para pessoas na mesma faixa etária. acho que estão tentando colocar o tema ao alcance dos jovens, fazê-los debater sobre o assunto e fazê-los parar de praticar bullying uns com os outros. acho super válido. Com certeza eu quero ler esse livro, mesmo ele sendo narrado por uma adolescente de 13 anos. talvez porque com essa idade você não sabe como dizer o que está acontecendo e se sinta uma anormal e o mundo parece, por um tempo te esquecer. acho ótimo a visão de alguém novo mostrando as crueldades que fazem.

    ResponderExcluir
  2. Realmente esse livro tem um tema forte e bem interessante. A história me prendeu pois trata-se de um assunto que acontece muito com nossos jovens hoje em dia e é bom que a autora fale sobre isso e revele o que ocorre e acontece na vida da personagem. Espero que muitos o leiam e tirem uma lição disso e que não o repitam. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Apesar de gostar da capa esse não é um livro que eu estivesse interessada em ler, mas agora fiquei com vontade de lê-lo. Acho que gostei do fato de ele meio que passar essa mensagem de que se isso acontecer com o leitor, ele precisa falar, contar para as pessoas o que aconteceu. Ótima resenha. Beijos

    Estante de Cristal

    ResponderExcluir
  4. Achei bastante interessante o tema que esse livro aborda. Já vi várias resenhas positivas sobre ele, com certeza comprarei.

    ResponderExcluir
  5. Estou bem curiosa em relação ao livro. Vi o filme há alguns anos e gostei muito. A história é muito tensa, assim como a situação vivida pela personagem.
    E é como você disse, é uma realidade crua e triste. Mas no final das contas o melhor a fazer é não se calar diante disso.
    Tenho a leve impressão de que o livro é MUITO melhor que o filme, por isso quero tanto ler.
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu estou super curiosa com esse livro, por causa da temática dele! Builling é um tema muito polêmico e contrangendor tanto para quem passa, como familiares!

    Quero muito em breve ler esse livro!

    Beijinhos

    As Leituras da Mila

    ResponderExcluir
  7. Oie,
    menina estou mega curiosa para ler este livro. O tema é bem diferente e polêmico. No principio acho que vou ter dificuldade para ler, mas acho que vai ser ótimo.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Depois de ler ótimos comentários sobre esse livro fiquei muito curiosa. Não sabia que o filme era uma adaptação.

    ResponderExcluir
  9. Eu fiquei aguardando o lançamento do livro durante meses, mas, agora que lançou, ainda não o comprei.. haha
    Já li outro livro da Laurie (Garotas de Vidro, que aborda o tema distúrbios alimentares) e adorei a escrita dela, a sinceridade crua, sem medo de tratar de assuntos delicados. Por isso Fale! é um livro que quero muito ler, quando soube que tinha o filme já fui logo baixá-lo para assistir e gostei muito, o problema é que agora já sei praticamente tudo o que acontece no livro.. haha

    ResponderExcluir
  10. Estou querendo ver o filme porque gostei muito das resenhas que li sobre o livro, mesmo não gostando da atriz. Clarooo, que lerei o livro antes. Vejo o livro com uma abordagem sobre os conflitos da adolescência de uma forma muito mais interessante.

    ResponderExcluir
  11. Incrível sua resenha, Flávia. Eu até então não dava nada por esse livro, já tinha visto a resenha dele em muitos blogs, mas em nenhum deles senti vontade de ler, e agora que ele chegou aqui no LC, quase me senti intimado a ler sua resenha. O Livro traz uma temática que eu nunca esperei. Pensei que fosse algo mais infantil e pelo que li não é nada disso.
    As questões de violência sexual devem ser tratadas com muita seriedade, e a escola tem o papel fundamental de compreender a atitude dos alunos, ninguém se cala e se exclui por que quer, algum motivo precisa ter para que isso ocorra. Mas principalmente os pais, isso foi o que mais me chocou, o fato dos pais não terem percebido o modo de agir da filha. Como disse, ótima resenha!

    Bjss!

    ResponderExcluir
  12. Não sabia que o filme ''O Silêncio de Melinda'' havia sido baseado em um livro. Que legal! Já assisti esse filme milhões de vezes. Acredito que irei gostar ainda mais da leitura. Realmente temática que nos apresentam temas polêmicos como o abuso sexual são sempre muito bem realista e forte.
    Talvez tenha tanto foco no colégio por o agressor estar por lá e não parecer que fez mal algum para alguém (espero não ferir ninguém com meu spoiler). Acredito que essa tenha sido mesmo a intenção do autor, mas enfim, irei ler para ver se ainda continuo com a mesma opinião.

    ResponderExcluir
  13. Difícil eu escrever minha opinião sobre esse livro, pois os temas abordados nesse livro são fortes e tristes, o bullying é o assunto da vez, algo que sempre vemos em pauta, porém senti na pele os efeitos do bullying em uma época que ninguém falava sobre isso. O que posso dizer e que é realmente complicado falar algo quando as pessoas não estão preparadas para ouvir. O fato da história se passar no ambiente do colégio eu acredito que deve para ser para enfatizar o quanto o adolescente pode ser cruel quando ele quer.
    Eu gostaria muito de ler esse livro.

    Bjks

    Patty Santos - Blog Coração de Tinta
    http://coracaodetinta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. muito bommmm kkkkk
    gostei bastante
    livro-azul.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Eu estou louca por este livro desde que soube da sua existência, o que não foi algo tão recente. Adorei o livro da Laurie: Garotas de vidro, então sei que a narrativa deste deve ser tão envolvente quanto ao do outro.
    Conheço a história do livro, o enredo e o motivo que levou nossa protagonista a se calar, afinal assisti ao filme O silêncio de Melinda.
    Gosto de narrativas neste estilo e sei que vou adorar este livro.

    ResponderExcluir
  16. Comprei o livro sábado..já tô lendo e adorandooo...já vi o filme mas faz tempo..qnd terminar de ler vou rever o filme de novo ^^

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Eu nunca imaginarei que um livro com uma capa tão delicada estaria falando de um tema tão forte como esse, realmente um tema forte e interessante, ultimamente o tema vem sido muito falado, muitos dizem que é até comum, mais sinceramente? não acho, pois comum é o que todos sabem, e pelo menos no nosso Brasil nem todos estão familiarizados com o tema.

    ResponderExcluir
  18. Quero muito ler este livro, acho que vou amá-lo tanto quanto gostei de A lista Negra. Não sei porque mais sempre tenho esta impressão.
    Tem filme, é? Não sabia. Vou conferir também.

    ResponderExcluir
  19. Eu ainda não li esse livro, mas já assisti o filme! Atraves dessa resenha consegui ver melhor o filme que assisti, pois ele não demonstra tanto quanto aparentemente o livro deve demonstrar! Não curti muito o filme, mas parece que irei gostar do livro.

    Falando em temas como abuso sexual, deixo a dica aqui de um outro filme que eu gosto. É baseado em fatos reais! Um crime americano com Ellen Page!!

    http://omelete.uol.com.br/cinema/um-crime-americano/#.UkofPD8zKSo

    bjokas

    ResponderExcluir
  20. Tava ouvindo falar muito desse livro, inclusive sobre ele ter sido de alguma forma censurado...Mas nao sabia até hoje do que se tratava =O

    Entrou pra lista de livros a ler, comc erteza!

    É um tema pesado, verdade...Mas todo mundo deveria ler livros sobre isso

    ResponderExcluir
  21. A escola de Melinda infelizmente não fica apenas na ficção, a maioria das escolas da atualidade são exatamente assim. E o que falar dos pais da menina, nem deveriam ser pais na minha opinião, omissão total.

    Li este livro numa sentada e fiquei muito impressionada com ele.

    Beijão, Van - Blog do Balaio
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir