15 de novembro de 2012

A Maldição da Rainha do Rock - Mathilda Kóvak

Lido em: Outubro de 2012
Título: A Maldição da Rainha do Rock
Autor: Mathilda Kóvak
Editora: Escrita Fina
Gênero: Infanto Juvenil/Literatura Nacional/Fantasia
Ano: 2011
Páginas: 118
Nota:
Sinopse: Suspense. Paranormalidade.Terror. Humor. Terrir... e muito rock'n'roll. Esses são os ingredientes desta que é a a primeira ópera-rock literária de todos os tempos.


Resenha: "A Maldição da Rainha do Rock" é um mistério com um misto de suspense, comédia, muita imaginação e um toque musical clássico e bem bacana, em que somos apresentados a Gustava, ou Tata, uma adolescente de 13 anos, blogueira, que vai ao show de sua maior ídola, Samantha Fortune, a rainha do rock'n roll.
Porém, o que Tata não esperava, era ser atingida por um raio quando resolveu subir numa torre pra tentar tirar uma foto de Samantha. Ao ser levada para o hospital, todos ficam incrédulos, pois Tata além de ter saído ilesa desse acidente, sempre que tem sede, fica fluorescente e brilha! E ninguém consegue explicar o tal fenômeno.
Tata inicia um tratamento que teria duração de seis meses, e sua mãe, Edna, e seu cachorro, Wladimir, sempre a acompanham. Ao final desse tratamento, é aniversário de Tata, e ela ganha uma guitarra super descolada, toda prateada mas muito misteriosa, já que ela não sabe de onde veio ou quem lhe deu esse super presente. E toda vez que Tata toca sua guitarra nova, se sente vigiada e perseguida por ninguém menos do que a própria Samantha Fortune! E como se isso não fosse suficiente, Samantha começou a estourar nas paradas com músicas compostas por Tata! Mas como pode isso?
Para resolver esse mistério, Tata se une aos seus amigos, Theo e Rafael, e sob as instruções do Dr. Ruz, formam a banda Projeto Euterpe (em homenagem a deusa inspiradora da música, Euterpe), em que eles iriam fazer uma apresentação musical e transmitir tudo ao vivo pela internet e acabam conseguindo provar a verdade, e descobrindo muitas outras coisas que ninguém poderia imaginar que fosse possível.

"A Maldição da Rainha do Rock" é um livro bem escrito, tem a capa super fofa e uma narrativa que flui muito bem. Ele também tem várias referências musicais das antigas e clássicas o que foi super válido, como um Submarino Amarelo (Yellow Submarine, dos  Beatles) que navega pelos esgotos e outras tiradas bem inteligentes. Mas pra mim, esse livro não teve uma proposta tão bem elaborada e aprofundada assim. Por mais que as situações absurdas tenham sido fantasiosas, muitas coisas ficarem sem explicação, ou a explicação não foi convincente o suficiente para que eu "caísse" nela. Senti que muitas dessas referências e até algumas piadas caíram de paraquedas no livro, sem um propósito maior, como por exemplo, a mãe de Tata que virou católica fervorosa após seu marido tê-la trocado por uma dançarina de axé e ela fazer questão de ficar lembrando disso sempre que pode. O cara podia ter trocado a esposa por uma mulher qualquer, mas logo por uma dançarina de axé? Se houve alguma tentativa disso ser engraçado, comigo não funcionou, pelo menos não dentro desse contexto. E fora que, pra mim, soou um pouco preconceituoso...

Cheguei a ficar num impasse sobre a indicação, pois seria um livro ideal e bem divertido pra quem não iria questionar esses acontecimentos com explicaçoes vagas, levando tudo numa boa, como o público mais infantil. Mas ao mesmo tempo, esse público não tem muito conhecimento ou nunca nem ouviu falar de Beatles, Buddy Holly, Jerry Lewis, Fred Astaire, Bob Dylan, The Who, Velvet Underground, Jimi Hendrix, Rolling Stones, David Bowie, AC/DC, Jerry Lee Lewis, Raul Seixas e outros ícones... Fiquei com a impressão de que a autora, por ter esse conhecimento e ser roqueira assumida, quis incluí-lo na história com a melhor das intenções, mas só ficou lá, como um registro sem nenhuma finalidade maior. É meio difícil engolir uma garotinha de 13 anos, blogueira e guitarrista, interessada em filmes dos anos 40 e peças de Tennessee Williams, né?

Enfim, é um livro bom e com um visual bacana indicado pra leitores jovens. A leitura é leve e flui muito bem, com referências bem interessantes, e com uma ideia legal, mas faltou um desenvolvimento que explicasse melhor todos esses elementos juntos e toda a fantasia e maluquice da história.

19 comentários

  1. Ei Flávia!

    Poxa, realmente a capa é bem legal, e eu até tinha achado o enredo interessante - apesar de meio bobo e maluco. Mas saber que algumas pontas ficam desamarradas e outras nem são explicadas, me deixa com o pé atrás, porque isso é uma das coisas mais chatas que podem acontecer em uma história. Enfim, acho que não leria por conta disso :/
    Adorei a resenha ;)

    Bjoos'
    Lets

    ResponderExcluir
  2. Isso tudo me fez lembrar um outro livro que li para esse tipo de publico, acho até melhor eu evitar livros assim, pq não desce. Eu achei muita coisa do que vc disse ai engraçado e sem noção. Mas a resenha está ótima Flá, parabéns!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. É, esse livro não seria muito legal pra mim Flavia! A temática não é uma que eu costume ler, sabe? :/

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  4. Como assim ficar fluorescente? '-' Muito estranho isso. O livro parece ser muito bom, a resenha me despertou uam curiosidade. Beijos!
    leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Hey
    Adorei a capa do livro!!!

    HAHAHA ri alto aqui com a mulher que foi trocada pela dançarina de axé, esses autores colocam cada situação.. adoro <3
    Não sei o contexto que foi usado no livro, mas com você citando aí.. pareceu engraçado. Mas traição nunca tem graça, na realidade..

    Gente e essas referências? Que lindas *.*

    Super gostei da resenha, e fiquei super interessada no livro.
    Espero ter a oportunidade de ler!

    Bom feriadão
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  6. Oi Flávia!
    A capa do livro já é divertida. E parece mesmo ser legal de ler, mas eu só leria se realmente não tivesse algo para ler ou se estivesse a procura de algo bem leve e descontraído.

    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Livro super TEEN!
    Gostei!
    Beijos
    Rizia-Livroterapias
    livroterapias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. ooi, tem tag pra vc lá no blog :D
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/2012/11/tag-skoob.html
    beeijos

    ResponderExcluir
  9. Oii!!
    Ah, é chatinho mesmo como as coisas ficam mal explicadas, às vezes muito da essência do livro se perde por causa disso, rs.
    Gostei da resenha flá, beijO!!

    ResponderExcluir
  10. haha, eita Flavinha, vc sempre me traz livros que eu nunca ouvi falar e eu adoro isso! kkkk,
    mas acho que não leria esse kkk

    beeeeijo!
    Letícia - Céu de Letras

    ResponderExcluir
  11. poxa é uma pena que nao tenha tido algo que explicasse melhor algumas coisas
    mas a leitura é bem legal pelo que eu vi
    adoro suas resenhas ^^

    ResponderExcluir
  12. Oi Flavia!
    Outra menina atingida por um raio?
    Eu pedi este livro, mas estava em falta, estou super afim de ler, apesar que a falta de explicações desanima um pouco, mas por outro lados as referencias aos clássicos do rock é muito atraente. Sei lá, vou ter que ler para ver.
    A resenha está show.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  13. Gostei da resenha Flavia. Vc foi muito sincera em sua resenha.
    Mesmo gostando de rock esse livro nao me chamou muito atenção. Se ganhasse em algum sorteio o leria, mas não vou comprá-lo. Quem sabe futuramente né?
    Gostei. Bjs *-*

    http://peregrinodanoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi amiga, eu gostei muito da capa, gosto quando a narrativa
    é boa e quando tem influencias musicais é melhor ainda, né.
    Porém é ruim quando as situações ficam sem explicações.. O que é um ponto negativo para o livro..
    Achei a dica bem interessante, mais não sei se compraria agora..



    beijos
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Eu que eu não iria ler, gosto de livros altamente detalhados (sim, perfeccionista) então... é isso.

    ResponderExcluir
  16. Adorei a capa o livro parece ser bem legal!
    Adorei o livro é uma fofura!

    xoxo

    ResponderExcluir
  17. Gostei da capa, ela parece uma nerd hahahahahaha
    Realmente para um livro de literatura infantil faz referencias que são quase que totalmente desconhecidas para alguns jovens.
    E pela resenha parece a haver alguns buracos na história que eu cheguei a ficar meio confusa, mas parece ser legal pode ser que eu venha a ler.

    ResponderExcluir
  18. A capa é bonita, mas não sei se leria, não me chamou muita atenção!

    ResponderExcluir
  19. Gosto de livros que contam suspense, terros, etc... Até mesmo porque não dá tando medo assim rsrsrs Esse livro parece ser bom, a capa é chamativa e a sinopse também.

    ResponderExcluir