31 de outubro de 2012

Mangá Alcateia Prateada - Eddie Van Feu

Lido em: Outubro de 2012
Título: Mangá Alcateia Prateada vol.2
Autor: Eddie Van Feu
Ilustrações: Axia Stowe e Carolina Mylius
Editora: Linhas Tortas
Gênero: Mangá/Drama/Fantasia
Ano: 2003
Páginas: 128
Compre o livro clicando AQUI
Nota
Sinopse: Este é o segundo álbum de Alcateia, que retoma a história a partir da amizade de Phillipe, um jovem mestiço, e Prateada, uma loba branca que se torna sua amiga mais leal. Vivendo entre o preconceito e as dificuldades de ter sangue humano numa comunidade de seres encantados, ele encontra fôlego na esperança da Transformação e na amizade da loba que salvou da morte. Mas tudo parece se perder quando a tão esperada Mudança parece não mais chegar pra ele. 

Resenha: Até que a jornada de Phillipe virasse um livro, a história começou em quadrinhos. Tudo começa em Alcateia - O Château das Vertentes, onde foi possível conhecermos como foi o início de todo o drama de Phillipe, que por ser filho de uma humana com um homem-lobo, era tratado com preconceito e crueldade por ser mestiço. Este segundo volume especial, unificou os quatro primeiros volumes em quadrinhos dando continuação à história (resenha AQUI). A história do mangá também é contada no livro Alcatéia Prateada (resenha AQUI). Abaixo, os volumes que se uniram para formar este:

Depois de se decepcionar com Celine, sua amiga de infância por quem era apaixonado, Phillipe continua esperando a transformação acreditando que com isso será tratado como um igual entre os outros membros do clã, e como essa transformação não vem logo, o trio de covardes Ravin, Carlo e Jaque continuam em seu encalço, o machucando e humilhando sempre que têm oportunidade, se aproveitando de que ele não pode revidar já que é mestiço.

Depois de um terrível episódio em que Phillipe teve o pé amarrado e foi arrastado por um longo caminho de terra e cheio de pedras de forma brutal por Ravin, ele desfalece. Diante da preocupação de terem o matado, Jaque pede para que Ravin pare com a "brincadeira" e os garotos vão embora deixando Phillipe jogado no chão e muito ferido, todo ensanguentado, estropiado e a beira da morte. Prateada corre em busca de socorro, indo em direção ao único que poderia ajudá-lo: O Capitão Diderot.

Ele resgata Phillipe e com a ajuda de sua esposa Emilie, cuida de seus ferimentos e lhe dá abrigo e comida até que se recupere. Mas angustiado com todo esse inferno que é sua vida, ele passa a questionar Diderot sobre sua transformação que nunca vem, e após saber que ele é o único no Château que ainda não se transformou, acaba desacreditando que viverá em paz, perde as esperanças. Ele se revolta e culpa a mãe por ter o levado para aquele lugar onde ele agora acredita nunca ter feito parte. Porém, ele precisa pedir autorização para Lamayer, o líder e pai de Celine, para ir embora, mas ele recusa o pedido de Phillipe alegando que ele sabe demais da vida no Château e que está fadado a passar o resto de seus dias lá...

Desesperado, Phillipe decide fugir. O Capitão tenta impedi-lo, mas Phillipe não lhe dá ouvidos e parte acompanhado de Prateada... Mas o que ele não esperava, era que Ravin o espionava e aguardava ansiosamente uma oportunidade como esta para, além de poder machucar e humilhar Phillipe ainda mais, ganhar fama de herói por capturar um fugitivo. Ravin começa a segui-lo acreditando que se precisasse entrar numa briga, por ele ser um homem lobo, e Phillipe um reles humano com sua loba comum, o dano que ele poderia causar nos dois seria muito maior... A fuga de Phillipe, então, não sai como planejada e isso pode ser sua desgraça... ou quem sabe sua salvação...

É um pouco difícil passarmos a emoção que sentimos em palavras quando ficamos envolvidos e ligados à uma história triste e ao mesmo tempo fantástica como esta. Resumindo o enredo, nos dois mangás e no livro da série Alcateia Prateada, pude acompanhar Phillipe, um menino órfão, vítima constante de bullying, e que após ter sido separado de Celine, sua melhor amiga por quem ele é apaixonado, encontra ajuda no Capitão Diderot. Anos mais tarde, quando Celine volta, Phillipe, que esperava poder recuperar todo o tempo perdido com sua amiga amada, se decepciona, pois ela propõe manter a amizade com ele em segredo, para não manchar sua reputação, já que ela em breve será a princesa e ele é só um reles mestiço. Inconformado, Phillipe não concorda com essa posição de Celine e entra em depressão. Diderot, preocupado, providencia para que Phillipe ficasse encarregado de cuidar de Prateada, a filhote de lobo que nasceu fraca e corria risco de vida. Dessa forma, ele teria com o que se ocupar e quem sabe esqueceria a decepção? E Phillipe encontra em Prateada forças para continuar no Château, aguardando pela transformação, mesmo que continue sendo vitima de constantes humilhações e atrocidades... Até que toda a reviravolta da história acontece e a vida e os planos de todos mude radicalmente.

Acho que a mensagem aqui vai muito além de uma história de fantasia, com toque sobrenatural e sofrimento... Phillipe leva uma vida triste, está cansado de sofrer e sonha em ser aceito. Ele espera que um milagre aconteça, e enquanto ele não chega, se agarra ao pouco que tem para tentar ser feliz... Mas dói muito quando somos rejeitados por quem amamos... E dessa dor, surge a decepção...e talvez o sentimento de raiva e a vontade de vingança... Mas cabe a nós mesmos avaliarmos toda a situação com maturidade, dar valor a quem nos dá valor e que realmente importa, colocar na balança o que vale a pena e seguir em frente... No final, tudo vai dar certo... É só acreditar...

Como a história saiu do mangá e vai continuar somente em livros, só me resta (além de agradecer imensamente a autora, Eddie Van Feu, por ter tido a ideia genial pra essa história maravilhosa e emocionante e nos agraciar com ela), aguardar ansiosamente a continuação: Alcateia Lua Carmesim! *-*

19 comentários

  1. Flavia, você saabe que você me deixou com muita vontade de ler o livro Alcateia Prateada, né? E claro, a continuação, quando sair, também.
    Os mangás ainda não sei, nunca tive o costume de ler mangás, mas quem sabe.

    Beijos.
    http://navirj.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela linda resenha, Flávia! Fico feliz de ver sua sensibilidade e argúcia para perceber as mensagens nas entrelinhas! Em abril, Lua Carmesim chegará às suas mãos e às mãos dos leitores, finalmente! Espero que gostem e se surpreendam! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Adorei a historia e fiquei muito admirado de a autora comentar aqui.
    Já vi q Phillipe sofre demais e com certeza vou ter pena dele quando ler o livro e mangás. Ainda vai demorar para chegar o livro 2 então eu vou conseguir lê-lo até lá.
    Otima resenha Flavia. Bjs *-*

    http://peregrinodanoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei a historia e fiquei muito admirado de a autora comentar aqui.
    Já vi q Phillipe sofre demais e com certeza vou ter pena dele quando ler o livro e mangás. Ainda vai demorar para chegar o livro 2 então eu vou conseguir lê-lo até lá.
    Otima resenha Flavia. Bjs *-*

    http://peregrinodanoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Falou muito bem no final da resenha amiga, é só acreditar né, e não se deixar levar ^^
    Nunca li um mangá e adoraria ler.. Amei a resenha embora seja uma triste história ela tem seus ensinamentos!!

    bjs
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Estou ficando super curiosa pra ler esses mangas! Assumo aqui que pulei do primeiro paragrafo dessa resenha (quando vi que vc fazia um resumo do anterior) para o ultimo rs.
    Decidi ler os mangas então achei melhor não ler a resenha, só vi a avaliação e seus coments no fim dela rs.
    indo para minha lista de desejados

    bjooo

    ResponderExcluir
  7. A história deste mangá parece muito legal, fiquei curiosa pra ler! E, pelo jeito, as ilustrações são lindas, né? *-* Vai para os desejados!
    Bjus,
    Paty Algayer - <a href="http://www.magicaliteraria.com/>Mágica Literária</a>

    ResponderExcluir
  8. nunca li esse livro,deve ser legal,beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Flavia,
    tenho que admitir que não leio mangas e nem sou fã, mas sua resenha está ótima, parabéns.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. adorei muito o final da resenha.
    fiquei pensando, é engraçado como muita gente nao da o devido valor no que tem ne? principalmente dar valor em outra pessoa.

    :D não vejo a hora de ler *--* fiquei com mega vontade viu

    ResponderExcluir
  11. Oie.

    Nunca li mangá, acredita? Tenho a maior vontade, acho que vou gostar demais. Olha, suas dicas são ótimas! Amo os livros que você indica. Quem sabe eu leio a série?

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  12. Achei a estoria bem interessante
    O problema é que não consigo gostar de manga

    Beijos
    @pocketlibro
    http://www.pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Ah, eu AMO mangá *-*
    Apesar de não ter lido muitos, eu adoro
    Vou colocar esse na listinha, com certeza.
    Amei demais a história :)
    Beijinhos,
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Legal sua resenha acho a capa desses mangás simplesmente lindo legal que vai virar livro, pretendo ler a serie em breve

    bjos

    ResponderExcluir
  15. Se saiu de mangá então o negócio é bom hasuhauhs'
    Vou fazer uma pesquisinha e quem sabe não consigo um livro também ? hehe

    ótima resenha Flávia ;)
    Bjuuu'z Parceira \o
    tenerdificando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Nossa Fla, não conhecia essa estória, e achei super legal a autora ter transformado um gibi em livro e também conseguir obter um bom resultado! Me deu muita vontade de ler este livro!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Ta vidrada nos Mangás em amiga?? Cada um mais fofo que o outro, hsuahsua.

    Amei :)

    Beijos,
    http://secretsentreamigas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Otima resenha :D

    http://www.inutilidadepublica.com/

    ResponderExcluir
  19. Realmente é uma ótima história, mas ainda acho que dá pra melhorar mais ainda os traços do desenho. Como já disse nessa parte eu sou um tanto exigente, mas às vezes é a marca do autor não sei, mas dá pra ele aperfeiçoar.
    Com certeza vou ler este mangá. É bem legal e adorei a loba^^

    ResponderExcluir