Top 10 #8 - Melhores Leituras de 2019

2 de janeiro de 2020


Ok, ok, ok. Sei que esse post devia ter saído antes de 2019 acabar, mas, com o desespero que andava minha vida, não consegui fazer um apanhado geral pra poder montar esse bendito a tempo. Mas antes tarde do que nunca. Quem nunca?
Juntei minhas melhores leituras com as da Marina pra criamos essa lista linda, e já adianto que a ordem dela não significa que um livro é melhor que outro (então não vamos numerar nada, só vamos listar os 10 na ordem que as resenhas foram saindo e pronto), afinal, cada um tem a própria experiência com a leitura, e a forma de absorver a história é diferente pra cada um, mas no final das contas, gostamos muito, foram nossas melhores leituras do ano que passou, e indicamos pra todo mundo ler e reler.

Os Tambores do Outono - Diana Gabaldon
Quem é fã de Outlander sabe que essa série é de levar todos nós a nadar nas próprias lágrimas e, embora eu não tenha continuado a ler a série por motivo de "não tive dinheiro pra comprar os livros seguintes", ela sempre vai ter um cantinho especial no meu coração. Listei Os Tambores do Outono, que é o quarto volume da série, porque foi ele o que li esse ano e, claro, não podia ficar de fora da listinha.



Considerações: "...A autora consegue mostrar que quando o amor é forte e verdadeiro o bastante, as pessoas fazem loucuras e sacrifícios, e enfrentam coisas inimagináveis para ficarem ao lado de quem amam..."


Não Tá Fácil pra Ninguém - Andrew Tsyaston
Pra quem curte tirinhas bem humoradas que remetem à vida, não pode deixar de conferir Não Tá Fácil pra Ninguém.


Considerações: "...é um livro curtinho, engraçado e necessário para qualquer pessoa adulta - ou prestes a entrar nessa fase - perceber que se não tá fácil pra você, não tá fácil pra ninguém, mas nada impede que a gente levante, limpe a poeira, coloque um band-aid nas feridas causadas pelos inúmeros tombos, e siga em frente."


Lembro que, mesmo sem ter parceria com a editora, esse livro me foi oferecido pela Darkside Books há um tempão e, mesmo que eu tivesse ficado interessada, acabei deixando ele encostado por não ter tido tempo pra ler devido as pendências das outras parcerias. Eis que um dia estava mais folgada, olhei pra ele e pensei "é hoje". Não sabia que se tratava de um livro nacional e nem sabia quem era a autora, coisa que a editora fez o maior mistério e revelou depois, quando o livro foi relançado esse ano e acabou surpreendendo muita gente, só sabia que era um thriller e nada mais. Nem preciso dizer que foi uma grata surpresa e não sei porque diabos não li antes.

Considerações: "A narrativa é bastante fluída, e por se passar em São Paulo, tem várias gírias e referências que reforçam que se trata de uma história nacional. A escrita também é bastante crua, com detalhes que incomodam por trazer a realidade de uma forma bastante verdadeira e até cruel. O mistério é interessante e a forma como a autora prende o leitor, revelando detalhes de forma gradual, torna a leitura do livro uma experiência super satisfatória..."


Quem não fica interessado num livro pela capa que atire a primeira pedra. No meu caso não foi só pela capa, mas por se tratar do livro da autora Marissa Meyer, que escreveu As Crônicas Lunares e é minha autora de releituras favorita. Sabendo que este falava das origens da Rainha de Copas, claro que não podia ficar de fora da pilha e graças a Dios, não me decepcionei.


Considerações: "Sem Coração é um livro que arrasa nosso emocional, seja por fazer com que saibamos que existem situações terríveis e dolorosas o bastante para transformar alguém tão doce em alguém tão amarga, como mostrar que, talvez, o fascínio por corações de copas espalhados pelo reino seja um reflexo para projetar o que ela perdeu: seu coração."


Fãs de HQ, de ilustrações manuais, de rabiscos e de histórias incríveis. Minha Coisa Favorita é Monstro é um livrão enooorme e super lindo na questão visual. Uma obra de arte de encher os olhos, sério.

Considerações: "Pra quem gosta de obras emocionantes com foco no visual, que trazem personagens sólidos e bem construídos, com toques de mistérios, sensibilidade, e com uma abordagem cirúrgica e emocionante sobre questões relevantes para a sociedade e para nós mesmos, é leitura mais do que indicada."


Como assim depois de anos eu ainda não tinha lido essa série épica do impiedoso George R.R. Martin, gente? Eu tinha a série na estante fazia anos mas nunca lia, tanto pelo tamanho descomunal, quanto pela pilha gigantesca dos livros de parceria que eu precisava ler pra resenhar. Acabei vendendo minha série, mas quando a Suma relançou os livros foi minha grande chance. Acho que é uma série que dispensa maiores comentários, e a adaptação na TV já é prova disso...


Considerações: "...pra quem gosta de alta fantasia, de personagens super bem construídos que vão nos fazer amá-los e odiá-los, de uma história de tirar o fôlego e cheia de reviravoltas, é leitura mais do que recomendada."


Eu não conhecia a autora, não sabia o que esperar do livro e fui com a cara e a coragem. Daisy Jones & The Six pega a gente de jeito numa jornada pelos bastidores do mundo das celebridades musicais e vai além.

Considerações: "Talvez o que eu mais tenha curtido, além da ideia da temática musical, é a ideia de personagens femininas fortes e com opiniões relevantes, mesmo que totalmente opostas. De um lado temos alguém que quer focar na carreira pra ser reconhecida e bem sucedida, e de outro temos alguém que enxerga que a família é o mais importante para se preservar ou se construir, e as duas são mulheres que lutam pelos seus ideais, pelas coisas que acreditam."


O Iluminado - Stephen King
Ok, entramos em território delicado e polêmico. Como leitora de longa data, eu só comecei a me aventurar pelo universo de Stephen King em 2019, e não sei se sinto vergonha pelo "atraso", ou se fico emocionada por, enfim, ter lido essa obra prima e clássica. King também dispensa comentários, convenhamos.


Considerações: "Angústia, desespero, medo e tensão são sensações inevitáveis durante essa leitura, e já fazia muito tempo que um livro não mexia comigo dessa forma. De causar aquela ressaca literária."


Na onda das fantasias épicas, cheguei ao O Aprendiz de Assassino quase que por acaso. Eu já sabia que a série era da Editora Leya, mas os direitos de vários livros deles foram adquiridos pela Suma, que é selo da Companhia das Letras, e estão sendo relançados sob novo projeto gráfico (o que é ótimo). Eis que lá estava eu, escolhendo algum livro do catálogo da Cia e vi essa capa. Amei, achei linda, e quando fui pesquisar sinopse é que percebi de quem se tratava.

Considerações: "...O Aprendiz de Assassino é uma excelente introdução à série e ao universo fantástico e grandioso criado por Robin Hobb, entregando uma história sobre confiança, amor e lealdade sem igual, e ainda levantando questões interessantes sobre a importância do sangue, e se devemos confiar plenamente em alguém só por causa do bendito parentesco."


Talvez esse tenha sido o melhor livro de 2019, mas fica difícil comparar quando são tantos gêneros diferentes. Por ter adorado o outro livro da autora que também entrou nessa listinha, já fiquei cheia de expectativas por conta da experiência fantástica que tive com o outro livro da autora (que tá aqui nessa mesma listinha). E não me decepcionei.


Considerações: "Só posso dizer que a autora acertou em cheio outra vez com mais uma obra que levanta questionamentos e discussões sobre a representatividade que personagens femininas empoderadas tem na sociedade, principalmente quando envolvem assuntos ligados à violência contra a mulher, ao preconceito, à sexualidade e outras questões de gênero. E leituras assim são importantes e muito necessárias para que as pessoas aprendam a ser mais tolerantes quando o assunto é amor e felicidade alheia."


0 Comentários pelo Blogger
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário