O Golpe - Christopher Reich

4 de janeiro de 2020

Título: O Golpe - Simon Riske Series #1
Autor: Christopher Reich
Editora: Arqueiro
Gênero: Policial/Suspense
Ano: 2019
Páginas: 384
Nota:★★★☆☆
Sinopse: Simon Riske é um espião industrial freelance que, apesar da profissão, consegue ter uma vida relativamente tranquila evitando trabalhos arriscados e sujos e fazendo bicos para bancos, companhias de seguros e o serviço secreto britânico.
Até que o gângster Tino Coluzzi leva a cabo o assalto mais audacioso da história de Paris: o roubo de milhões, em dinheiro vivo, de um príncipe saudita – além de uma carta secreta tão explosiva que pode derrubar governos, redefinir alianças e alterar o equilíbrio de poder no mundo ocidental.
Riske é então contratado pelo governo americano para recuperar o documento, e para isso terá que acertar as contas com um antigo aliado.
No passado, ele e Coluzzi trabalharam juntos, mas a relação criminosa terminou com Riske na prisão. Agora, anos depois, os dois se enfrentam, seguidos de perto por um perigoso policial parisiense, por uma femme fatale russa e o chefe desequilibrado dela – e talvez até pela CIA.

Resenha:  Simon Riske teve um passado conturbado e agora tenta levar uma vida mais sossegada trabalhando em sua oficina, mas, na verdade, ele é um espião industrial com habilidades incríveis e ainda é muito requisitado por bancos, seguradoras e pelo serviço secreto britânico. Como são serviços que pagam bem, ele ainda aceita alguns desses trabalhos, mas dentro das suas próprias regras a fim de evitar maiores riscos. Porém, quando um criminoso se envolve num assalto milionário a um príncipe saudita, Simon é contratado para recuperar uma carta roubada que é importante o suficiente para mudar o cenário político do mundo inteiro e instaurar o caos absoluto se a bendita parar nas mãos erradas...

Esse é aquele tipo de livro que é impossível dar muitos detalhes sem estragar a surpresa, então vou tentar ser o mais sucinta possível pra não dar spoilers mas expressar minha experiência que foi bem positiva. Narrado em terceira pessoa, o enredo em si parece um filme de ação estrelado pelo próprio Jason Statham. Embora tenha alguns floreios e descrições em excesso, a escrita é fluída e empolgante devido ao ritmo frenético de acontecimentos imprevisíveis (?) pelo mundo do crime de Paris, e o autor nos conduz por um caminho, nos leva a acreditar em uma motivação específica, e apresenta reviravoltas mirabolantes depois. Se pensávamos que ia acontecer uma coisa baseado nas informações x e y, pensamos errado. A combinação em excesso de elementos como espionagem, o protagonista genial e super habilidoso, ladrões a solta, a máfia perigosa, traições e amarguras do passado, conspirações e intrigas políticas, perseguições loucas, um psicopata doentio, vingança, uma mulher gostosona (não podia faltar a femme fatale nessa confusão) e entre otras cositas más, torna a trama um tanto exagerada, com enredos simultâneos (se é que isso existe) para render mais sequências para a série.

Eu confesso que nada soa real nessa trama e ela praticamente beira a fantasia, mas tenho que admitir que a escrita do autor é muito boa e ele descreve cenas de ação como poucos. Os personagens, apesar de serem bem estereotipados dentro do gênero (ladrão, espião, mafioso, policial, etc), são bem construídos, principalmente no que diz respeito a personalidade e voz, os vilões tem motivos convincentes para seus propósitos absurdos e no final das contas, O Golpe é um livro que empolga e nos mantém bem entretidos por algumas horas. Pra quem curte suspenses recheados de ação a perder de vista, é leitura que, além de indicada, renderia uma ótima adaptação nas telinhas para os fãs do gênero.

0 Comentários pelo Blogger
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário