9 de julho de 2018

O Clube dos Oito - Daniel Handler

Título: O Clube dos Oito
Autor: Daniel Handler
Editora: Seguinte
Gênero: Jovem Adulto/Suspense
Ano: 2018
Páginas: 400
Nota:
Sinopse: Como um grupo de jovens estudantes bem-educados acabou se envolvendo num escândalo que chocou um país? Por que tantos especialistas em comportamento juvenil têm algo a dizer quando o assunto é o Clube dos Oito? Até quando inúmeras manchetes de jornal e programas de TV sensacionalistas vão explorar o caso nos mínimos detalhes? Para fazer com que a verdade venha à tona, Flannery Culp, a dita líder do Clube, decide tornar público o diário que manteve ao longo do seu desastroso último ano de ensino médio. Agora que está presa por cometer um assassinato, a garota tem tempo de editar o que escreveu e revisitar a rotina que levava ao lado de seus sete melhores amigos. A narrativa de Flan, permeada de professores da pior índole, um amor não correspondido, aulas complicadas e jantares pomposos, comprova que ela pode até ser uma adolescente criminosa — mas, pelo menos, é uma adolescente criminosa muito inteligente.

Resenha: Flannery Culp é uma adolescente do ensino médio que lidera o "Clube dos Oito", seu grupo de amigos. Tudo parecia muito normal entre esses adolescentes inteligentes e de personalidade forte, até Flannery ser presa acusada de assassinato e todos do grupo foram envolvidos nesse escândalo. Com tantas informações absurdas se espalhando pela mídia, Flannery decide divulgar um de seus bens mais preciosos: seu diário. Ela escrevia diariamente e as informações sobre seu último ano no ensino médio, o que aconteceu estaria registrado lá. Passado e presente se cruzam enquanto o diário está sendo lido, mas, editar alguns trechos antes de entregá-lo à mídia lhe parecia algo bastante conveniente...

A narrativa é feita em primeira pessoa, e desde o começo a protagonista conta que esta é uma versão editada de seu diário onde ela dá detalhes sobre como ela se tornou uma assassina. Durante a leitura, fica bem evidente que Flannery é uma garota muito inteligente e esperta, e a medida que ela dá detalhes sobre o que aconteceu no último ano, sempre ficava me perguntando se aquilo era verdade ou não, já que ela diz claramente que aquilo pode ter sido editado, na maior naturalidade.

As descrições são bem detalhadas, e é bem fácil perceber o personagem que está sendo mencionado. Todos são inteligentes e intelectuais (e bem estereotipados também), e também tem suas diferenças que facilitam na identificação de cada um, mas senti que em alguns pontos a história estava meio confusa, talvez porque a intenção da protagonista fosse nos confundir ou até mesmo pelo toque surreal do enredo.

Em meio a tudo isso, temas como abuso de bebidas alcoólicas, violência sexual e assédio também são abordados, porém de uma forma que não se encaixa muito bem nos dias de hoje. São temas delicados mas sem o devido aprofundamento, e encarados pelos personagens de uma forma nada séria. Dei uma pesquisada e descobri que este foi um dos primeiros livros do autor, e que para a época já foi considerado bem avançado por causa do tema abordado. É claro que há mais de vinte anos atrás as coisas eram encaradas de outra forma, mas acredito que os leitores sejam capazes de entender isso sem condenar o autor por criar personagens com comportamentos questionáveis. Então nem acho justo considerar esses pontos algo negativo na história. Uma coisa legal é que há toda aquela pegada dos anos 90, desde a tecnologia limitada até o convívio social, está presente de um jeito bem forte.

O Clube dos Oito é um suspense para o público mais jovem (mas nada impede que leitores mais velhos leia e gostem também), e eu, particularmente, achei o livro muito inteligente. O suspense, o mistério, e o tom sombrio aumentam a tensão durante a leitura e as reviravoltas são de tirar o fôlego, principalmente porque fazem com que o leitor reflita sobre comportamento, estilo de vida e até a decadência pessoal por causa de escolhas erradas e infelizes.

0 Comentários pelo Blogger
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário