13 de maio de 2017

Seduzida por um Guerreiro Escocês - Maya Banks

Título: Seduzida por um Guerreiro Escocês - Montgomery e Armstrong #1
Autora: Maya Banks
Editora: Universo dos Livros
Gênero: Romance histórico
Ano: 2016
Páginas: 338
Nota:
Sinopse: Eveline Armstrong é imensamente amada e protegida por seu clã, mas as pessoas a consideram diferente, pois apesar de ser linda e encantadora, a moça sofreu um acidente que lhe causou sequelas não só psicológicas, mas também físicas, visto que ela ficou surda. Satisfeita com sua vida reclusa, ela aprendeu a ler lábios e permitiu que o mundo a enxergasse como uma tola. Contudo, quando um casamento arranjado a torna esposa de Graeme Montgomery, integrante de um clã rival, Eveline aceita seu destino - despreparada para os deleites que viriam. Enredado pelos mistérios de Eveline, cujos lábios silenciosos são cheios de tentação, Graeme vê seu casamento ameaçado devido às rivalidades entre clãs e agora deverá enfrentar inúmeras adversidades para salvar a mulher que lhe despertou tanto amor.

Resenha: Seduzida por Um Guerreiro Escocês é o primeiro volume da série Montgomery e Armstrong escrita pela autora americana Maya Banks.

Nas terras altas da Escócia, os Montgomery e os Armstrong, os dois clãs mais poderosos e aliados ao rei Alexandre II, se odiavam há gerações e estavam em guerra entre si. Temendo perder guerreiros tão poderosos, o rei, na intenção de forçar a paz entre os clãs e não ter baixas, decretou que Graeme Montgomery, o líder dos Montgomery, deveria se casar com Eveline Armstrong, única filha de Tavis Armstrong, o líder do clã Armstrong.
O decreto não foi bem recebido por nenhum dos clãs, mas ninguém pode recusar as ordens do rei.
Eveline é uma jovem encantadora que sempre foi muito querida e protegida pelo seu povo, principamente após ter sofrido um acidente a cavalo que a deixou surda. Sua condição a deixou reclusa e muitas pessoas de fora a enxergavam como louca e, para Graeme, se casar com ela era algo revoltante. Para Tavis, a ordem do rei era um ultraje, uma traição, pois ele sabia da condição de Eveline e ainda assim não teve consideração ao entregá-la para um clã que não teria respeito algum pela moça. Embora relutantes, os dois clãs não tinham escolha e a única coisa que restou aos noivos foi abraçar aquele destino inevitável. O que eles não esperavam era se envolverem de forma tão profunda...

Narrado em terceira pessoa, a história é muito bem escrita e se desenvolve de forma fluida e envolvente. A ambientação, assim como as descrições dos locais que servem como pano de fundo da história, é encantadora e colabora ainda mais para a imaginação das leitoras que são fãs de romances de época.
Graeme e Eveline são adoráveis em todos os sentidos. Ele é bonito, forte, corajoso, inteligente e por mais que aparente ser rude, é muito amoroso e preocupado com quem ama. Ela é linda e delicada, mas consegue mostrar sua força e sua determinação em suas tentativas de ser aceita num clã rival que a menospreza. Inicialmente, mesmo que eles não se conheçam e a rejeição seja algo recíproco devido a indignação com a atitude do rei, é inegável que alguma coisa os atrái, e com o casamento eles começam a descobrir que a primeira impressão nem sempre é a que fica e que é possível, sim, se darem a oportunidade de recomeçarem suas vidas. O primeiro sentimento de Graeme por Eveline foi algo mais voltado a pena e ele se sentia muito culpado por estar atraído por ela, principalmente por pensar que poderia haver problemas ao consumar o casamento já que ela não é capaz de ouvir, mas, a medida que a relação progride, vemos transparecer um romance cheio de amor, com ternura e respeito, mas ainda assim com uma intimidade feroz o bastante para nos tirar o fôlego, o que, claro, não poderia faltar já que cenas eróticas e intensas fazem parte do estilo da autora.

A forma como a autora aborda a comunicação delicada entre o casal, principalmente por Graeme ser o único capaz de tocar Eveline ao fazê-la sentir os timbres de sua voz grave e poderosa, mas melhor do que isso é acompanhar um romance que desabrochou de forma inimaginável, pois no coração deles havia muito rancor por estarem numa situação que ninguém desejava, o que prova que o amor é capaz de superar tudo, passando por cima de preconceitos e se tornando cada vez mais forte quando a relação é construída dia após dia, de forma gradual e verdadeira.
A história ainda vai além do romance e dos elementos de época quando explora as tradições dos clãs e suas culturas que envolvem a família e a importância delas para seus membros.

Leitura obrigatória para quem aprecia romances históricos com personagens corajosos, destemidos e que juntos vivem um amor verdadeiro e cheio de paixão. Seduzida por um Guerreiro Escocês não é só uma história de amor, mas também de respeito, superação e recomeços.

Nenhum comentário

Postar um comentário