27 de outubro de 2016

Seeker: A Guerra dos Clãs - Arwen Elys Dayton

Título: Seeker: A Guerra dos Clãs - Seeker #1
Autora: Arwen Elys Dayton
Editora: Fantástica/Rocco
Tradutor: Lucas Peterson
Gênero: Fantasia/Sci-fi/YA
Ano: 2016
Páginas: 416
Nota
Onde comprar: Saraiva | SubmarinoAmericanas
Sinopse: Na noite em que Quin Kincaid faz seu Juramento, ela finalmente se tornará o que treinou para ser a vida inteira: uma Seeker. É seu legado e uma honra.
Como uma Seeker, Quin lutará ao lado de seus dois companheiros mais próximos, Shinobu e John, para proteger os injustiçados. Juntos, eles trarão luz para um mundo mergulhado na escuridão.
Além disso, ela poderá ficar ao lado de quem ama - seu melhor amigo.
Mas, na noite do Juramento, tudo muda.
Ser uma Seeker não é bem o que Quin imaginava. Sua família não é como achava que fosse. Mesmo quem ela ama não é como ela acreditava.
E agora é tarde demais para ir embora.

Resenha: Seeker - A Guerra dos Clãs é o primeiro livro da trilogia Seeker, escrita pela autora Arwen Elys Dayton e publicado pelo selo Fantástica da Editora Rocco.

Desde os oito anos de idade, Quin e seu primo Shinobu são treinados por seus pais, Briac Kincaid e Alistair MacBain, para se tornarem Seekers, guerreiros honrados com poderes para alterar o curso da história e até mesmo evitar caos e tragédias. Eles lutam em prol dos injustiçados cujo legado é levar luz em meio a escuridão. Briac e Alistair também são Seekers e treinam os filhos de acordo com a doutrina de seus clãs. Quatro anos depois, John Hart, aos doze anos de idade, passou a treinar junto com Quin e Shinobu.
Mas enquanto Quin e o primo ansiavam por se tornarem Seekers para ajudar as pessoas, John tinha seus próprios motivos para se tornar um, inclusive por um desejo de vingança, mas acabou sendo expulso e impedido de chegar ao juramento por saber a realidade por trás de tudo e querer mudar o que considerava errado. E somente após o juramento de Quin e Shinobu é que eles descobrem ter sido enganados, sem chance de voltarem atrás.
Mesmo tendo sido expulso, John vai atrás do que treinou para ser, e Quin e primo vêem aquilo como uma oportunidade para recomeçarem. A fuga não sai bem como planejado e Quin acaba descobrindo que John, com quem namorava em segredo, não é exatamente quem ela pensou ser... Quinn descobriu que tudo o que aprendeu sobre ser uma Seeker, e até mesmo sobre os princípios de sua própria família, até então, era uma mentira. A partir daí, Quin parte em busca de sua verdadeira identidade.


O trabalho gráfico da obra é muito bonito e bem feito. A capa é cheia de detalhes que vão desde os ornamentos em verniz ao título furta-cor que dá um efeito muito legal à ela. A diagramação é simples, a fonte o espaçamento de margens tem um tamanho agradável, e há mapas de locais onde a história de passa para auxiliar na localização e na ambientação.

O livro é dividido em três partes, é ambientado na Escócia, passa por Hong Kong e chega a Londres.
Há um interlúdio que antecede a segunda parte que serve para ressaltar alguns flashbacks importantes para o desenvolvimento da trama. A história é narrada em terceira pessoa e se intercala entre Quin, John, Shinobu e Maud. Maud é uma Pavor Menor, que existe para acompanhar os Seekers e garantir que tudo saia dentro dos conformes e ainda tem a habilidade de transitar entre mundos. Eu inclusive gostei da participação dela e de seu universo, principalmente por ele ter mais explicações se compararmos com os Seekers. Os Pavores podem inclusive punir um Seeker caso ele quebre as regras, mas Maud ainda tem muito a aprender e muito o que descobrir, principalmente decidir de que lado está em meio a guerra que está prestes a ser travada que colocará em risco o destino da própria humanidade.

De forma geral, o livro é bastante introdutório e serve mais pra apresentar os personagens e explicar de forma bastante gradual, e até um pouco confusa, sobre o universo criado pela autora. É como se o leitor recebesse pistas e várias peças de um grande quebra-cabeças e não tivesse a menor ideia de como juntá-las.
Talvez pela história ser uma introdução a este mundo, muitas questões ficaram sem respostas, e outras sem o devido aprofundamento, o que acaba sendo um pouco frustrante. É até compreensível que as respostas fiquem pra um segundo volume, mas ainda assim é um pouco desanimador ter que esperar quando a premissa é interessante e o livro desperta aquela curiosidade. Terminei o livro sem saber o quê, de fato, significa ser um Seeker, baseado em quê alguns personagens fazem determinadas escolhas ou o quê desencadeou a corrupção nesse meio a ponto da doutrina ter sido arruinada. A autora surpreende em vários pontos pois parece que ela vai seguir por um caminho mas faz outra coisa totalmente diferente, e ainda não decidi se isso foi algo que realmente gostei. Algumas decisões inclusive são precipitadas e a impressão é que os personagens ficaram tão perdidos quanto eu. O romance também não convence muito então, pelo menos por agora, não é possível sequer torcer para que as coisas se encaixem e todos fiquem felizes.

Embora se trate de uma mescla entre fantasia e ficção científica, não tive aquela impressão de que a trama é recheada de originalidade. A questão dos personagens usarem um athame para abrirem portais no meio do ar e irem pra onde quiserem me lembrou o livro "A Faca Sutíl" (segundo livro da série Fronteiras do Universo, de Philip Pullman), com o diferencial de que não se trata de universos paralelos, mas somente viajarem de um lugar pra outro de forma instantânea, mágica e bastante complexa, e até um pouco de "Instrumentos Mortais", de Cassandra Clare, onde a humanidade é protegida em segredo por seres mágicos.

Em suma, Seeker percorre por caminhos dos quais não sabemos se são certos ou errados. Um personagem que parece ter o caráter duvidoso pode ser o mocinho e se juntarmos as peças passamos a compreendê-lo melhor... Não sabemos o que esperar do que podemos chamar de "triângulo amoroso" e chegamos à conclusão de que o poder pode despertar o pior que há nas pessoas quando se concentra em mãos erradas...

Nenhum comentário

Postar um comentário