7 de abril de 2014

A Invenção das Asas - Sue Monk Kidd

Lido em: Março de 2014
Título: A Invenção das Asas
Autora: Sue Monk Kidd
Editora: Paralela
Gênero: Ficção americana/Drama
Ano: 2014
Páginas: 320
Nota: 
Sinopse: Em sua terceira obra, Sue Monk Kidd, cujo primeiro livro ficou por mais de cem semanas na lista de mais vendidos do New York Times, conta a história de duas mulheres do século XIX que enfrentam preconceitos da sociedade em busca da liberdade. Sue Monk Kidd apresenta uma obra-prima de esperança, ousadia e busca pela liberdade. Inspirado pela figura histórica de Sarah Grimke, o romance começa no 11º aniversário da menina, quando é presenteada com uma escrava: Hetty “Encrenca” Grimke, que tem apenas dez anos. Acompanhamos a jornada das duas ao longo dos 35 anos seguintes. Ambas desejam uma vida própria e juntas questionam as regras da sociedade em que vivem.

Resenha: Sarah é uma garota branca que sonha em acabar com a escravidão. Encrenca é uma escrava de oito anos que é dada a Sarah no seu décimo primeiro aniversário. Entre sonhos impossíveis e desejo de liberdade no início do século XIX, Sue Monk Kidd leva o leitor a refletir sobre questões morais e, acima de tudo, se emocionar com a trajetória de duas mulheres tão diferentes.

Não tem como ler A Invenção das Asas e não ter vários sentimentos dentro de si ao mesmo tempo. A história de Sarah e Encrenca é incrível e o tema escravidão foi abordado com suas verdades nuas e cruas na medida certa.
De um lado temos Sarah, uma personagem cheia de personalidade. A garota desde os seus 11 anos já tinha convicção do que queria ser: advogada. Com tantas restrições feitas pela família ela acabou murchando pouco a pouco até se tornar uma pessoa reclusa e fechada. Encrenca, a criança escrava, cria um elo inusitado com Sarah. A situação das duas era muito semelhante: ambas buscavam a liberdade. Uma queria ter voz, ser dona de si mesma; a outra queria liberdade e não ser propriedade de ninguém. Esse sentimento de independência que Sue colocou nas duas garotas, que logo se tornaram mulheres ao decorrer da história, foi muito bonito e gratificante. Infelizmente, o que já se pode presumir antes mesmo de ler A Invenção das Asas é que essa liberdade será quase impossível de alcançar.
A narrativa veio cheia de expressões que deram certo humor. Em um trecho a mãe de Encrenca diz que ia dar um tapa tão forte nela que a mandaria para o dia anterior. A própria Encrenca tinha pensamentos e dizia coisas otimistas e divertidas nas piores situações possíveis.
O universo feminino e seu papel pouco relevante na sociedade foi bem explorado pela autora. Em toda a história, Sue Monk Kidd mostrou como a figura da mulher é inferiorizada e menosprezada pelo homem. Sarah queria ser advogada, dar fim a escravidão, se casar com o homem que desejasse, mas nada disso pôde ocorrer. A personagem passa por provações do começo ao fim de sua, nunca tendo o poder de tomar alguma decisões próprias.

A Invenção das Asas é um drama que retrata a trajetória de duas mulheres fortes e que correram atrás de sua independência. A mensagem por trás da história é interessante e traz questionamentos interessantes sobre a sociedade atual. A autora deixou uma nota no final do livro falando um pouco sobre sua pesquisa incansável para compor a história. O resultado, claro, foi excelente. Leiam A Invenção das Asas e lembrem-se que a liberdade é o maior bem o que o ser humano pode ter.


5 comentários

  1. Muito interessante, é um tema forte e que parece ter sido muito bem trabalhado.
    Liberdade é tudo.

    Adorei a resenha! Abraços!

    http://www.ladomalucadeser.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Lucas, gostei da sua resenha, mais não é meu estilo de leitura, não curto dramas e não sei se leria este livro no momento..
    Mais valeu pela dica!!

    Beijos Mila
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/2014/04/resenha-lilac.html

    ResponderExcluir
  3. Que vontade de ler esse livro!
    Depois que comecei a ler resenhas e mais resenhas sobre ele me deu uma vontade muito grande de adquirí-lo e poder viajar na história de Sarah e Encrenca e poder aprender com elas.
    Abraços e uma ótima semana!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Flavia
    Adorei sua resenha. A história desse livro é muito boa, inclui dois temas bem profundos a escravidão e a luta da mulher por liberdade. Quero muito ler.

    ResponderExcluir
  5. Vontade imensa de ler esse livro. Parece ser muito legal :D

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir