13 de abril de 2014

Novidades de Abril - LeYtoras

Sociedade Secreta do Sexo - Marcos Nogueira
Um é pouco. Dois é pouco. Três começa a ficar bom... Assim funcionam as orgias, festas em que cidadãos respeitáveis deixam de lado as convenções sociais para se entregar aos excessos do sexo em público e com parceiros múltiplos. Enquanto você lê estas linhas, há gente se entretendo em atividades menos intelectuais, tais como o swing, o ménage à trois ou o sexo grupal. Pode ser num hotel no Caribe. Pode ser num castelo na Itália. Pode ser em um clube luxuoso em Londres. Pode ser no apartamento ao lado do seu. Mas você não recebe convites para essas festas porque não faz parte do meio. Você não integra a sociedade secreta. A sociedade secreta do sexo existe para proteger a identidade de seus membros, para evitar a exposição de suas vidas duplas. Durante a semana, esses indivíduos são profissionais bem-sucedidos e pais de família conservadores; no sábado à noite, transformam-se em seres hedonistas, em criaturas para as quais o sexo é a principal razão de existir. Eles se organizam em comunidades fechadas, nunca mostram o rosto, criam clubes que são impenetráveis para os não iniciados. O jornalista Marcos Nogueira foi iniciado quase por acaso e entrou de penetra no clube. Frequentou orgias suntuosas no Brasil e na Europa, visitou casas de swing, viajou para um resort em que o sexo grupal faz parte da programação recreativa. Presenciou atos sexuais que fazem a maior parte dos filmes pornôs parecerem a Sessão da Tarde. Perdeu muito do próprio preconceito. Aprendeu que as orgias e o swing têm códigos de conduta rígidos. Conviveu com pessoas obrigadas a se esconder sob o anonimato para não serem condenadas por algo que, afinal, diz respeito somente às vidas delas mesmas. 

Primeiro e Único - Lauren Sandler
Os mitos e as verdades sobre ter – e ser – filho único. A jornalista Lauren Sandler é filha única e tem um filho. Baseada em sua experiência pessoal ela investigou como é ter apenas um filho e como parar por aí. A resposta é uma conciliação entre maternidade e modernidade, um aprendizado sobre si mesma, e sobre a cultura em que vivemos. Lauren traz uma aguçada inteligência e paixão para a discussão sobre a ansiedade, a dúvida, a desinformação e a crítica sobre o que significa ser um filho único e ter apenas um filho.E se os pais não sentissem mais a necessidade de ter outros filhos para não mimar demais o primogênito? E se os livros nos disserem que uma criança não fica melhor – ou pior - com um irmão? Primeiro e Único examina todas essas questões, explorando o que a ascensão da família de um único filho significa para nossa economia, nosso meio ambiente e nossa liberdade. Por meio desta viagem, Sandler pode ter descoberto o tal código de felicidade, demonstrando que ter apenas um filho pode ser o caminho para resolver nossas incontáveis lutas da vida adulta na idade moderna. 

O Mentalista - Sei o que você está pensando - Thorsten Havener
Cuidado com o que você pensa, alguém pode ler a sua mente...Quantas vezes desejou ter uma bola de cristal para saber o que se passa na cabeça de alguém? Fique sabendo que isso é possível, e sem recorrer à magia ou qualquer tipo de ilusão.Com mais de 350 mil exemplares vendidos na Alemanha, e 400 mil no Japão, Thorsten Havener, nos ensina os segredos para aprender a ler os pensamentos dos outros no dia a dia, por meio de uma série de técnicas e exercícios práticos, baseados na sua experiência pessoal e científica. Imagine só a vantagem competitiva que você passará a ter, numa reunião de negócios, na sua vida pessoal e sentimental, com uma ferramenta dessas na mão? Bem-humorado e espirituoso, o autor nos leva em uma viagem emocionante ao mundo mágico da sugestão, da linguagem corporal e da leitura da mente.


A Terra Inteira e O Céu Infinito - Ruth Ozeki
O que acontece quando um diário perdida encontra o leitor certo? Numa remota ilha do Canadá, a escritora Ruth cata mariscos com o marido na praia quando se depara com um saco plástico coberto de cracas que envolve uma lancheira da Hello Kitty. Dentro, encontra um livro de Marcel Proust, Em Busca do Tempo Perdido, e se surpreende ao descobrir que o miolo, na verdade, é o diário de uma menina japonesa, Nao. A sacola misteriosa, segundo os rumores dos habitantes, é mais um dos destroços do último tsunami que devastou o Japão e foi levado pelas correntezas até a ilha.
Desde então, Ruth é tragada pela história do diário de Nao, uma menina que, para escapar de uma realidade de sofrimento – de bullying dos colegas e de um pai desempregado e suicida –, resolve passar seus últimos dias lendo as cartas do bisavô, um falecido piloto camicase da Segunda Guerra Mundial, e contando sobre a vida da avó, uma monja budista de 104 anos.
O que Ruth não esperava era que o diário iria levá-la a uma viagem onde ela e Nao podem finalmente se encontrar fora do tempo e do espaço.

Todas As Coisas Visíveis e Invisíveis - Marcia Peltier
'Todas as coisas visíveis e invisíveis' fala sobre a dor da perda; os sentimentos de uma mulher que é mãe, filha e esposa; os insights espirituais; a morte; a fé; a própria identidade; a singela alegria de existir. São memórias que, costuradas por linhas visíveis e invisíveis, apresentam a mulher em sua totalidade. Surpreendente e corajoso, é um livro que desafia leitores a assumirem todas as facetas de suas vidas.

6 comentários

  1. Oi :)

    Me interessei por A Terra Inteira e o Céu Infinito e Primeiro e Único. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não sei qual eu leria, mas sei que tem coisa interessante aí no meio, rs.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Fiquei curiosa por 'A Terra Inteira e o Ceú Infinito'!!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. interessante o primeiro livro huashusuhs ok lendo assim povo vai achar q sou safada!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Flávia! Olha só, pesquisei no google sobre edição normal e econômica dos livros da Sophie Kinsella e encontrei um post seu em que você comentava que comprou um livro no submarino que não dizia ser ed. econômica, mas era! Eu comprei Lembra de mim? na Saraiva justamente porque no Submarino dizia que era edição econômica e na Saraiva não dizia nada sobre isso, fora que o preço era o dobro do submarino, então pensei ser a edição normal. Acontece que eu já tinha um livro da Sophie que ganhei num sorteio e eles são bem diferentes de tamanho e qualidade das páginas, apesar desse que comprei ter a orelha. Queria só que você me confirmasse se as ed. econômicas possuem orelha, estou realmente me sentindo enganada em relação à compra na Saraiva! Fiz questão de comprar mais caro pra ter um exemplar bom e estou me incomodando bastante com as folhas finas demais e transparentes, você lê e fica vendo as letras da página seguinte! Fora que as letras ora estão escuras, ora estão claras, o que dificulta a leitura! :/ Enfim, fico no aguardo! Bjs!!

    ResponderExcluir