Games - Oxygen Not Included

6 de agosto de 2021

Título:
Oxygen Not Included
Desenvolvedora: Klei Entertainment
Plataforma: PC
Categoria: Sobrevivência/Aventura/Estratégia/Terror
Ano: 2017
Classificação Indicativa: 12+
Nota: 
Sinopse: No jogo de simulação de colônia espacial Oxygen Not Included, você descobrirá que a escassez de oxigênio, calor e sustento são ameaças constantes à sobrevivência da sua colônia. Guie os colonos pelos perigos da vida subterrânea de asteroides e observe como sua população cresce até que eles não apenas sobrevivam, mas prosperem ...
Apenas certifique-se de não se esquecer de respirar.

Oxygen Not Included começa quando três tripulantes, os chamados "duplicantes", precisam dominar diversas habilidades em prol da sobrevivência enquanto exploram um asteroide de dentro pra fora onde estão confinados - com uma atmosfera que nem sempre favorece seus pulmões, coitados - a fim de construírem e expandirem uma base improvisada, funcional e sustentável, numa tentativa de se manterem vivos, prosperarem e partirem num foguete espacial.


Antes de elogiar, preciso assumir que não dei nada por esse jogo quando comprei há uns 3 meses por aí. Eu entrei e não entendi NADA. Não fazia ideia do que tinha que fazer, como controlar o povo, como navegar pelos menus e selecionar as opções, e acabei desistindo por ter ficado perdida. Desinstalei e fingi que nunca vi. Agora vejo que foi um grande erro e que perdi um tempo considerável que eu poderia ter usado pra aprender muita coisa e talvez minha base estivesse muito maior e mais avançada se eu tivesse tido essa ideia desde o início. Então, lá fui eu, antes tarde do que nunca, assistir uns tutoriais básicos no YouTube, porque se dependesse de mim pra descobrir tudo sozinha, eu ia desistir de novo. Se a gente tem uma noção do que fazer pra começar, já é meio caminho andado, então, se você não sabe nada e ficou interessado, recomendo assistir alguns videos do tipo para saber do que se trata, e aproveitando, recomendo a playlist do canal do MetalBear, e o canal do PesteRenan, que mal descobri e já considerei pacas, pois me deram uma noção e uma base muito legal pra começar essa aventura.


A ideia principal do jogo é cuidar das necessidades da tripulação e gerenciar o crescimento da colônia com o passar dos dias para que ela não entre em colapso e todos não morram por algum erro "técnico", mas fazer isso é algo bem mais complexo do que parece. Os duplicantes tem esse nome porque eles são clones que podem ser "impressos" na maquina Duplicadora. De início podemos até pensar que é algo próximo de Sim City, The Sims ou afins, por ter a pegada da simulação de vida e suas estratégias de crescimento gradual e prosperidade, mas Oxygen Not Included vai MUITO além disso. O jogador não vai apenas monitorar as tarefas que os duplicantes devem fazer para construírem a base, assim como melhorar suas habilidades e cuidar das necessidades físicas, biológicas e psicológicas enquanto planeja estratégias para controlar os níveis de oxigênio, calor, poluição, energia, e até de germes que podem causar várias doenças, mas ficar atento a uma infinidade de detalhes que envolvem biologia, química, física (e até programação se bobear), de uma maneira genial, empolgante e viciante.


A medida que a base cresce e um novo bioma é descoberto, é preciso uma preparação e um planejamento antes de prosseguir com a exploração, pois o ar ou a água do local podem estar poluídos e/ou contaminados, os recursos ou as criaturas encontrados ali podem representar algum risco aos duplicantes, e a difusão dos gases ou dos líquidos da área a ser aberta pode provocar situações desesperadoras se não puderem ser controladas.
A graça está tanto na ideia de usar a lógica para otimizar os recursos, quanto nas tentativas falhas por algum erro de cálculo, pois nem sempre o jogador vai lembrar daquela aula de química onde a professora ensinou que a densidade do gás carbônico é maior do que a do oxigênio e que por conta disso, esse gás vai descer em vez de ficar pairando no teto.


Ao iniciar o cultivo de algum alimento, por exemplo, é preciso verificar as condições e as características do ambiente. Qual é a melhor atmosfera e a temperatura ideal para que a planta ou o animal cresça? Quando for preciso construir algum equipamento ou estrutura especial para as melhorias, onde é preciso fazer uma escavação para encontrar os recursos e os minerais? Como montar um esquema para gerar energia elétrica e ligar as máquinas? Que tipo de cabeamento é preciso passar para aguentar a corrente e não causar um curto circuito? Como aproveitar melhor o tempo para que, no meio desse desespero, os duplicantes trabalhem mas também descansem e tenham momentos de entretenimento para não surtarem e saírem quebrando tudo? E se um deles tiver medo de dormir com a luz apagada, o que fazer para que ele não atrapalhe o sono dos outros que gostam do escuro? Se um local começa a ficar quente demais, que tipo de otimização para resfriar o espaço e impedir que tudo derreta ou pegue fogo deve ser feita? O que devemos fazer com a água suja e os resíduos acumulados após a utilização do banheiro? O que fazer se a única fonte de comida for uma barra de lama nojenta? E se um monte de terra poluída e contaminada cair na água que abastece a base? Como conter uma doença contagiosa pra que ela não se espalhe por toda a colônia?
Esses são somente alguns exemplos das milhares de situações encontradas no jogo que vão fazer o jogador usar a inteligência para ter sucesso na sobrevivência, ou talvez queimar todos os neurônios cometendo os erros mais bobos, matando todo mundo e levando a colônia a extinção sem chance de escapar.



Os gráficos são muito bem feitos e os traços dos elementos e dos personagens são fofos e carismáticos, logo o jogo chama atenção e conquista pelo visual ao mesmo tempo que envolve pela mecânica complexa que acaba sendo verdadeiras aulas. A gente se diverte e se desespera, se orgulha com as conquistas e chora com os fracassos, e no final nem vê o tempo passar, de tão bom.

Oxygen Not Include está disponível para compra na Steam, e vale cada centavo.

0 Comentários pelo Blogger
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário