6 de novembro de 2017

Enraizados - Naomi Novik

Título: Enraizados
Autora: Naomi Novik
Editora: Fantástica/Rocco
Gênero: Fantasia/Young Adult
Ano: 2017
Páginas: 384
Nota
Sinopse: Agnieszka ama seu lar no vale, sua vila tranquila, as florestas e o rio cintilante. Mas a Floresta corrompida fica à espreita na fronteira, cheia de um poder maligno desconhecido. Seu povo depende de um mago frio e ambicioso conhecido apenas como Dragão para apaziguar a ira da Floresta e impedi-la de avançar sobre o vilarejo. Mas ele exige um preço em troca da proteção: a cada dez anos, uma jovem é entregue para servi-lo: um destino quase tão indesejado quanto cair nas garras da Floresta.
A próxima escolha está se aproximando rapidamente, e Agnieszka está com medo. Ela sabe - todo mundo sabe - que o Dragão vai levar Kasia: a bela, graciosa e corajosa Kasia, sua melhor amiga no mundo. E não há como salvá-la. Mas Agnieszka teme as coisas erradas. Porque, quando o Dragão chegar, não é Kasia que ele vai escolher.

Resenha: Agnieszka (a pronúncia é ag-niésh-kah) é uma jovem de dezessete anos que leva uma vida bem feliz no vilarejo onde mora. A Floresta na fronteira da vila foi corrompida, está carregada com um poder terrível e desconhecido, e quem ultrapassa seus limites não voltam mais, ou trazem horrores consigo que os transformam em algo amaldiçoado e sombrio. A cada dez anos, o Dragão, um mago ambicioso e muito frio, vai até o vilarejo e leva uma garota para seu castelo como pagamento por proteger a vila e impedir que a Floresta avance sobre a aldeia. Ninguém sabe o que, exatamente, ele faz com a jovem. Ninguém mais os vê durante os próximos dez anos e quando a garota, já mulher, retorna, é alguém bem diferente do que fora.
Todos na aldeia estão se preparando para a vinda do Dragão, e todos sabem que a escolhida será a bela Kasia, melhor amiga de Agnieszka. Porém, quando o mago vem, ele não escolhe Kasia, mas sim a própria Agnieszka. Quando ele a leva para a sua torre para servi-lo, o Dragão percebe que a jovem possui o dom da magia e, assim, ele começa a treiná-la.

Enraizados é uma fantasia baseada no folclore eslavo e não poderia ser mais original. Há magia, criaturas terríveis, príncipes e bruxas, mas não da forma tradicional como estamos acostumados.
Inicialmente, e talvez pelos nomes estranhos com os quais o leitor se depara, alguns impronunciáveis inclusive, a leitura pode demorar um pouco a engatar, mas a medida que a história se desenrola e vamos adentrando esse mundo de conto de fadas que passa longe daqueles apresentados pela Disney, é impossível largar.
Embora o enredo seja uma fantasia, os elementos são mais próximos do que os contos de fadas clássicos são em sua forma original. As associações ao bem e o mal são diferentes do que esperamos, e um exemplo disso é a protagonista, que é uma bruxa, e a própria Floresta, que não tem encanto nem bichinhos fofos que fazem companhia para Agnieszka. A Floresta é má, sua presença sempre é lembrada por ser sinistra, ela corrompe o juízo de quem se atreve a chegar perto dela, e abriga monstros que capturam vítimas sem deixar rastros.

Os personagens, por mais fantasiosos que possam parecer, possuem características muito humanas, no bom e no mau sentido da coisa. A autora apresenta personagens, seja os principais ou os secundários, com relacionamentos cheios de camadas e cujas emoções variam das mais bonitas até a mais detestáveis, afinal, da mesma forma como há alegria, há raiva, inveja, sentimento de culpa e afins, e tudo isso faz parte da condição humana e dos laços formados ao longo da vida, seja no âmbito familiar, amoroso ou de amizades.

Agnieszka e Dragão funcionam numa dinâmica baseada em amor e ódio, e isso traz algumas cenas bem humoradas à história. Seus diálogos são espirituosos e quando a determinação de Agnieszka bate de frente com o mau humor do Dragão, as farpas são inevitáveis. Eu só acho que a autora poderia poupar os leitores de detalhes que não fazem muita diferença na trama e investir na construção do relacionamento entre os personagens, sem que necessariamente houvesse abuso como forma de humor. E, talvez, se a amizade fosse melhor desenvolvida, o romance, que veio do nada, pudesse ter feito mais sentido.

A capa do livro é muito bonita e caprichada, com detalhes em dourado e outros em verniz transparente. A ilustração em si tem tudo a ver com a trama e o jogo de cores também foi uma escolha certeira.

Enraizados me surpreendeu de forma muito positiva e superou minhas expectativas. O conjunto de personagens funciona bem, assim como suas virtudes e seus defeitos que os tornam tão humanos e próximos da realidade. Pra quem gosta do gênero, é leitura mais do que recomendada.


Um comentário

  1. Amo fantasias e não conhecia esse livro. Já quero ler *_*

    www.saidaminhalente.com

    ResponderExcluir