2 de junho de 2018

A Libélula No Âmbar - Diana Gabaldon

Título: A Libélula no Âmbar - Outlander #2
Autora: Diana Gabaldon
Editora: SDE/Arqueiro
Gênero: Romance histórico/Fantasia
Ano: 2014
Páginas: 944
Nota:
Sinopse: Claire Randall guardou um segredo por vinte anos. Ao voltar para as majestosas Terras Altas da Escócia, envoltas em brumas e mistério, está disposta a revelar à sua filha Brianna a surpreendente história do seu nascimento. É chegada a hora de contar a verdade sobre um antigo círculo de pedras, sobre um amor que transcende as fronteiras do tempo... E sobre o guerreiro escocês que a levou da segurança do século XX para os perigos do século XVIII.
O legado de sangue e desejo que envolve Brianna finalmente vem à tona quando Claire relembra a sua jornada em uma corte parisiense cheia de intrigas e conflitos, correndo contra o tempo para evitar o destino trágico da revolta dos escoceses. Com tudo o que conhece sobre o futuro, será que ela conseguirá salvar a vida de James Fraser e da criança que carrega no ventre?

Resenha: Depois de todos os acontecimentos de tirar o fôlego do primeiro livro, só resta ao leitor preparar o coração para esta incrível continuação.

Depois de viver alguns anos inesquecíveis ao lado de Jamie, na Escócia do século 18, Claire conseguiu voltar para o presente e retoma o casamento com seu primeiro marido, Frank, que não a esquecera. O que, inicialmente, deixa o leitor perdido, é o fato de que a história começa a ser narrada por Roger, um historiador filho do Reverendo amigo de Frank, e o ano é 1968. Vinte anos se passaram desde que Claire viajou no tempo pela segunda vez para voltar para casa, grávida de Jamie, se sentindo perdida mais uma vez, e para os braços de Frank. Ninguém sabe o que aconteceu, pois, no final do primeiro livro, Claire e Jamie embarcaram numa viagem rumo a França.
Agora nos deparamos com um casal infeliz que se mudou pra Boston, nos EUA, e vive de aparências, com uma linda filha (que Frank assumiu,mesmo não sendo pai biológico), chamada Brianna. Claire se tornou uma cirurgiã de renome e coloca o trabalho em primeiro lugar.

Depois de alguns eventos fatídicos, Claire, Brianna e Roger viajaram para a Escócia onde Claire pede ajuda a Roger para procurar por qualquer coisa que pudesse comprovar não só os três anos de sua vida de duzentos anos atrás, como também a existência de Jamie. Brianna cresceu sem saber de nada, e acreditava que Frank era seu pai biológico, então seria difícil para ambos acreditarem no que Claire alegava ter acontecido.
Assim, vamos acompanhando o desenrolar da história em busca de maiores explicações sobre o motivo que fez com que Claire voltasse, porque ela guardou segredo sobre o que viveu ao lado de seu verdadeiro amor, Jamie, e como ela e a filha lidaram com o fato de que essa viagem no tempo realmente aconteceu, e que Brianna é fruto disso.

Durante os relatos de Claire, vamos acompanhando que a vida dela e de Jamie foram totalmente transformadas ao chegarem na França, seja pelo novo e requintado estilo de vida cercado pela realeza, ou pelo fato de que Jamie passa a participar dos embates políticos da época. Devido as atrocidades intragáveis que ele sofreu nas mãos do doentio "Black Jack", é bastante difícil e triste acompanhar seu trauma e o quanto ele se distanciou de Claire e de seus amigos, mas aos poucos, e com bastante ajuda, ele começa a superar o que aconteceu, e, neste volume, percebemos o quanto esse relacionamento, que parecia estar tão frágil, começa a se fortalecer, mesmo que esteja fadado a mais uma separação (justificada, claro), afinal, Claire retorna para o presente. Mesmo sendo um fugitivo, sua participação na política também acaba sendo algo que o distrai, mesmo que isso faça com que ele fique um pouco ausente. Dessa forma, mesmo grávida, Claire se envolve nos cuidados de pacientes necessitados aproveitando de seus conhecimentos médicos, e passa a ajudar as freiras e enfermeiras da comunidade francesa local. E enquanto isso, Claire e Jamie tentam interferir nos acontecimentos a fim de mudarem o destino trágico da revolta escocesa durante a batalha de Culloden, que naquela época, ainda estava prestes a acontecer.

Os elementos típicos da série, como batalhas, traições, perigos, intrigas políticas e claro, muito romance, só fazem com que a história fique rica, envolvente e muito viciante. Confesso que alguns pontos relacionados aos fatos históricos que se referem à política acabam sendo um pouco cansativos e até repetitivos, mas a história de Claire e Jamie é tão encantadora, e a vontade de saber como Brianna irá reagir quando descobrir toda a verdade são tantas que é impossível largar o livro.

Enfim, mais uma leitura imperdível, inesquecível e que passou a fazer parte dos livros favoritos da vida. Leiam, assistam a série, sofram junto com os fãs, mas morram de amores por esse casal maravilhoso e inseparável!
0 Comentários pelo Blogger
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário