23 de setembro de 2017

A Oportunista - Tarryn Fisher

Título: A Oportunista - Amor e Mentiras #1
Autora: Tarryn Fisher
Editora: Faro Editorial
Gênero: Romance
Ano: 2016
Páginas: 256
Nota:
Sinopse: Olivia Kaspen acaba de descobrir que seu ex-namorado, Caleb Drake, por quem era obcecada, perdeu a memória.
Com uma incrível habilidade de tirar proveito das situações, ela acredita estar diante de uma segunda chance para ter Caleb de volta.
E para que seu plano dê certo, Olivia precisa manter sua verdadeira identidade e seu passado sórdido em segredo.
Porém, surge um obstáculo inesperado: a atual namorada de Caleb, a perversa Leah Smith.
Inicia-se então um jogo entre duas mulheres dispostas a tudo para conquistar o homem que parece ter apagado todo o seu passado.
Para encobrir as consequências de suas mentiras, Olivia cria uma teia de novos eventos, em um processo que pode levá-la a descobrir que sua busca pelo amor talvez a tenha feito ultrapassar limites muito perigosos.

Resenha: No passado Olivia se apaixonou por Caleb, mas sua personalidade difícil acaba por destruir o que foi construído levando ao fim do relacionamento de uma forma super dramática. Agora, no presente, Olivia reencontra o moço outra vez, mas ele parece não fazer a menor ideia do que está acontecendo. Depois de ter sofrido um acidente, ele teve amnésia e realmente não se lembra de nada. Eis que Olivia tem a ideia "genial" de se aproveitar da oportunidade para se aproximar de Caleb outra vez, como se não o conhecesse, pra fazê-lo se apaixonar por ela sem revelar o real motivo da separação, nem que isso interfira nos atuais planos dele: seu casamento com Leah, uma mulher tão difícil quanto Olivia.
Assim, começa uma corrida contra o tempo e um jogo perigoso entre duas mulheres que querem o mesmo homem e vão fazer o que puderem para saírem vitoriosas dessa.

A escrita da autora é ótima e isso favorece muito a fluidez da leitura. Narrado em primeira pessoa, a trama intercala passado e presente para que possamos entender, gradualmente, o que se passou para compreendermos comportamentos e escolhas tomadas aqui. Vamos acompanhando Olivia e suas artimanhas para conseguir o que quer sem pensar em consequências ou sentimentos alheios. Ela é extremamente manipuladora, e acompanhar o desenrolar dos fatos pela visão e os pensamentos doentios de alguém assim foi uma experiência um tanto incômoda e revoltante, mas ainda assim muito interessante pois tira qualquer um de sua zona de conforto e da ideia de que protagonistas são boazinhas e altruístas. Não que ela seja totalmente diferente do que costuma ser comum entre protagonistas em geral, mas Olivia realmente é uma cretina do maior calibre e a autora não hesita em tentar disfarçar isso pra ninguém. Acho que ela foi construída pra ser odiada e, embora em alguns pontos seja possível compreendê-la e até desenvolver alguma ligeira simpatia, o que ela faz pra esconder qualquer tipo de relacionamento que venha a ter mostra o quanto ela é amarga, autodestrutiva e solitária num nível que quase dá pena.

Caleb é um personagem que me deixou em dúvida sobre amá-lo ou adiá-lo, pois por mais que eu não concorde com algumas de suas atitudes, eu entendo suas motivações, mesmo que não sejam completamente justificáveis. Claro que, pra fazer jus ao gênero, ele é um gato, romântico e que ainda dá um toque de bom humor à história por ser alguém engraçado em boa parte do tempo.

Sim, há aquele bom e velho clichê dos romances que duram e funcionam até ruírem sabe-se lá por quantas vezes num ciclo quase infinito até se tornar destrutivo, doentio e obsessivo, mas talvez isso seja um ponto que realmente seja importante pra movimentar a trama e mostrar as particularidades de cada personagem frente a esse tipo de relacionamento conturbado e problemático. É aquela coisa do "eu te odeio mas preciso de você".

A Oportunista é um daqueles livros que cutucam os leitores trazendo uma história tão verdadeira, mostrando as facetas de alguém que não hesita em se dar bem as custas do que seja, que chega a doer. Pra quem não gosta de histórias obsessivas, com personagens maníacos e odiosos, talvez não vá aproveitar muito a leitura, por não se identificar ou pelo simples fato de preferirem histórias felizes, mas, levando minha experiência em consideração, posso dizer que a história é algo que realmente mexe com a gente, os mistérios são intrigantes e as reviravoltas são uma loucura, mesmo que traga personagens de caráter duvidoso e que, provavelmente, vamos adorar odiar.

Nenhum comentário

Postar um comentário