Games - We Become What We Behold

5 de maio de 2021

Título:
 We Become What We Behold
Desenvolvedores: Nicky Case, Mismatch Studio
Plataforma: PC
Categoria: Indie/Casual/Point-and-Click
Ano: 2016
Classificação Indicativa: +16
Jogue grátis: NCase
Nota: ★★★★★
Sinopse: We Become What We Behold (Nós nos Tornamos o que Vemos) é um jogo de 5 minutos que analisa como a mídia social amplia pequenas diferenças em monstruosidades grosseiras. É um jogo apartidário sobre política, examinando o horror da natureza viral da divisão e do tribalismo.
Um jogo sobre ciclos novos, ciclos viciosos e ciclos infinitos...



"Nós nos Tornamos o que Vemos."
Nós moldamos nossas ferramentas e então nossas ferramentas nos moldam.
Marshall McLuhan
(erroneamente atribuído)

Aviso: o jogo contém cenas de esnobismo, grosseria e assassinato em massa.

Recentemente descobri a existência desse mini game enquanto procurava um joguinho novo na Steam, e logo já chamou minha atenção. O título é curioso, a arte e a animação são bem simples mas super bonitinhas, ele só dura 5 minutos pra ser finalizado, e ainda é de graça. E como se isso já não fosse bom demais, ainda deixa uma reflexão importantíssima e super necessária sobre a loucura da sociedade.

Basicamente, o jogo é um tipo de experimento social onde existe uma TV no meio de um determinado espaço, e sempre que vemos alguém com um comportamento diferente, tiramos uma foto. Essa captura aparece nessa TV como forma de "notícia", as pessoas que estão passando por ali observam, e acabam sendo influenciadas pelo que estão vendo.
Pelo formato da cabeça, esses bonequinhos são divididos entre os redondos e os quadrados, demonstrando, talvez, a diferença de raça, gênero, ideologia, ou qualquer outra coisa do tipo que torna as pessoas diferentes umas das outras.



Sendo assim, quando um carinha aparece usando um chapéu, algumas pessoas são influenciadas a entrar nessa "moda", e logo começam a usar o tal chapéu. Em seguida, aparece um casal apaixonado, mas a demonstração de afeto em público causa repulsa, e logo eles são escorraçados dali.
É onde começa a intolerância...



Não demora a aparecer um maluco surtado no meio do povo, brigando e gritando com todo mundo, e ele é um quadrado. O redondo, muito assustado, começa a ficar com medo de qualquer quadrado que apareça, o que faz com que os quadrados fiquem desconfiados e insatisfeitos com essa "generalização", afinal, foi um caso isolado de surto, os outros quadrados não tem nada a ver com isso... Mas a sementinha da discórdia foi plantada, e a cada novo clique que vai pra bendita TV, a situação piora e ninguém mais quer saber de nada a não ser briga, nem quando há uma tentativa de se fazer paz, afinal, a violência é muito mais "interessante".



Mesmo que tenha sido criado há 5 anos atrás, eu fiquei abismada em como um joguinho tão curto e simples consegue demonstrar a realidade da sociedade atual de uma forma tão verdadeira e inteligente.

Não vou me estender ou dar mais detalhes sobre cada "notícia" que aparece pra não dar spoilers e nem estragar a experiência de ninguém, mas We Become What We Behold é um joguinho extremamente realista, que traz uma crítica e uma representação cirúrgica acerca da influência da mídia, que faz com que pequenas diferenças sociais se tornem bizarrices, e de como a sociedade se comporta a partir daí. O final é chocante e, ao que tudo indica, é pra onde a humanidade está caminhando...

Sério, tirem 5 minutinhos do seu tempo e experimentem um pouquinho desse choque de realidade clicando aqui.

0 Comentários pelo Blogger
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário