Wishlist #72 - Funkos de Fullmetal Alchemist

21 de junho de 2019

Depois de ter terminado de assistir Dragon Ball Z e ficado órfã de um anime a altura, eis que achei Fullmetal Alchemist disponível na Netflix. Eu nunca tinha ouvido falar do anime ou do mangá até então, e resolvi assistir os primeiros episódios para saber do que se tratava e se era legal o bastante pra acompanhar. Nem preciso dizer que AMEI, já pesquisei sobre e já estou assistindo a segunda versão, Brotherhood. Não vou me aprofundar nas diferenças pois o post não é pra isso. Talvez mais pra frente eu faça crítica e fale mais sobre, mas já adianto que é super legal.

Resumindo, o anime conta a história dos irmãos Edward e Alphonse Elric, que desde crianças aprenderam a arte da alquimia e conseguiam transmutar vários objetos através da Troca Equivalente (é preciso dar algo de igual valor para receber outro em troca). Depois do pai deles ir embora, eles ficaram com a mãe, que um tempo depois ficou muito doente e acabou morrendo. E mesmo sabendo que a transmutação humana era algo proibido na alquimia, os meninos tentaram trazê-la de volta à vida, mas tudo deu MUITO errado. Alphonse perdeu seu corpo e Edward perdeu um braço e uma perna, e para não ficar sozinho e tentar salvar o irmão, Ed usou alquimia para prender a alma de Al numa enorme armadura. A partir daí, os dois partem em busca da lendária pedra filosofal, acreditando que este é o único objeto capaz de trazer o corpo de Al de volta, mas no caminho passam por diversas situações que colocarão suas vidas em perigo, e que também levantam questões filosóficas e relevantes sobre a moral humana.

Nem preciso dizer que quando soube que a Funko já tinha lançado os popíneos dos personagens principais já tratei de colocar todos nessa lista sem fim, né? Os dois últimos são pops exclusivos e costumam ter um preço maior do que os regulares, mas não podem faltar na coleção. Alphonse é o personagem mais fofo que já vi até agora num anime e quero um pra mim! *o*



0 Comentários pelo Blogger
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário