Romance Tóxico - Heather Demetrios

19 de dezembro de 2018

Título: Romance Tóxico
Autora: Heather Demetrios
Editora: Seguinte
Gênero: Romance/Jovem Adulto
Ano: 2018
Páginas: 416
Nota:★★★★★
Sinopse: Grace quer sair de casa. Ela se sente sufocada pelo padrasto agressivo e pela mãe obsessiva, que a faz esfregar o chão até toda a poeira (que só ela enxerga) sumir. Quer ir embora da cidadezinha onde mora, na Califórnia, pequena demais para seus sonhos. Quer fugir da vida que leva e se tornar uma artista em Paris, uma diretora de teatro em Nova York… qualquer futuro que seja distante do medo e da solidão que sente.
Então ela se aproxima de Gavin: charmoso, talentoso e adorado por todos da escola. Quando os dois se apaixonam, Grace tem certeza de que aquele romance é bom demais para ser verdade. Mas as suas amigas enxergam um outro lado do garoto — controlador e perigoso —, que, com o tempo, vai transformar o relacionamento dos dois em uma prisão da qual Grace será incapaz de escapar sozinha.

Resenha: Grace tem dezessete anos e está no segundo ano do ensino médio. Depois que sua mãe se casou pela segunda vez, tudo começou a desandar. O Gigante, apelido que ela deu para o padrasto, é um homem agressivo e abusivo, e que faz da vida de todo mundo um inferno. Diante dessa condição, a mãe de Grace desenvolveu uma obsessão por limpeza e obriga as filhas a limparem a sujeiras que só ela enxerga, como se uma casa limpa a deixasse livre dos problemas que enfrenta com o marido. Sem poder enfrentar a mãe e o padrasto, Grace só quer ir embora de onde mora para ficar livre de tanto tormento e viver a vida que sempre sonhou. As únicas pessoas com quem Grace pode realmente contar, aquelas que fazem do seu dia algo melhor, são suas duas amigas, Nat e Lys.
Até que, depois de alguns acontecimentos, Grace se aproxima de Gavin, um cara cheio de charme e super popular na escola, mas mal sabia ela que esse envolvimento seria a última coisa de que ela precisava ter na vida, principalmente quando só queria ser feliz. Gavin é controlador, quer que Grace seja submissa, e escapar desse relacionamento vai ser uma tarefa quase impossível.

Antes de começar a resenha, pensei numa forma simples de tentar explicar a situação. Se jogarmos uma rã em água fervente, ela irá pular para escapar da morte... Mas se colocarmos ela na água fria e esquentarmos aos poucos, ela não se dará conta do que está acontecendo até ser tarde demais... E,  basicamente, é isso que acontece com Grace em Romance Tóxico.

O livro começa pelo final, como se fosse uma carta para o namorado, onde Grace, depois de conseguir sair dessa situação desesperadora, explica como sua vida com a família era complicada, como foi conhecê-lo e se apaixonar por ele, e como ela conseguiu se livrar do inferno que foi esse relacionamento tão destrutivo. Então desde o início já sabemos que ela está livre, mas é a partir de sua visão crua dos fatos é que vamos descobrir como ela conseguiu.

A voz de Grace é muito real, a forma como ela expõe seus pensamentos e sentimentos é intensa e surpreendente, e é impossível não se colocar em sua pele e viver e sentir suas dores. A leitura, em alguns pontos, causa desconforto e angústia, a vontade é de tirar Grace das páginas para ajudá-la a ficar livre, mandando tanto o namorado manipulador quanto a família desestruturada que a trata como se ela não fosse digna de amor ou respeito, para o quinto dos infernos.
A forma como a autora desenvolve a trama faz com que seja possível qualquer um sentir empatia pela garota, e mesmo aquelas que nunca tiveram um relacionamento abusivo vão conseguir compreender bem como isso funciona, o que se passa na cabeça da vítima, e por que é tão difícil se livrar do namorado.

Por não ter amor em casa e se sentir inútil, Grace se apegou a quem lhe deu valor. O começo foi lindo, o romance parecia ser aqueles de novela, arrebatador, intenso, eterno... Até tudo ruir e a sensação ser a da dor na alma, e do gosto amargo que aquilo se tornou. A mensagem não é sutil, muito pelo contrário. Ela é clara o bastante para ajudar qualquer um a identificar e entender o problema, a perceber o quanto tudo está um caos quando pensamos ou temos esperança de que tudo está ou vai ficar bem.

Não tem como deixar de falar da amizade verdadeira e cheia de cumplicidade entre Grace, Nat e Lys. Se não fosse pelas amigas, ninguém sabe o que seria da vida de Grace nas mãos de Gavin. Elas são espirituosas e engraçadas, mas também complexas e determinadas. O que importa é que elas são as primeiras a perceberem a enorme cilada que a amiga caiu, e também as primeiras a lhe darem o apoio necessário pra que ela consiga escapar da prisão emocional que Gavin a colocou.

A história aborda o abuso em todos os seus aspectos, desde o emocional até o físico, passando por pensamentos e ameaças suicidas como forma de manipulação, o que torna a trama bastante pesada. Ela mostra como a maioria desses relacionamentos começa, de um jeito fofo, lindo, adorável, e mesmo que haja alguns pequenos alertas acerca de atitudes e do comportamento, eles são ignorados por serem "pequenos defeitos", que podem ser facilmente justificados e contornados com o tempo, mas não. E é inquestionável que esses elementos, embora terríveis, são essenciais para mostrar com fidelidade como funciona um relacionamento abusivo e destrutivo. O mais triste é que se pararmos pra pensar, se trocarmos os nomes dos personagens, é possível encontrar pessoas que conhecemos, como se fosse um retrato de suas próprias vidas tristes e complicadas. Sendo assim, é possível que alguém, estando num relacionamento do tipo, conscientemente ou não, se enxergue em Grace e compreenda que a catarse é tão possível quando necessária.

Como em todos os outros livros que abordam temas tão delicados como depressão, suicídio e abusos, a Editora Seguinte ainda disponibilizou nas últimas páginas, sites e telefones importantes para denúncias e pedidos de ajuda para esses casos. Então, se alguém precisar de ajuda, não hesite. As pessoas merecem ser felizes com pessoas que as completam, e não que as destroem.

Romance Tóxico não é uma leitura fácil e agradável, mas traz uma história tão brilhante quanto brutal. A trama real, arrebatadora e emocionante sobre como encontrar forças e coragem necessária para se libertar de um relacionamento abusivo é leitura mais do que indicada, é obrigatória.

0 Comentários pelo Blogger
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário