16 de fevereiro de 2013

A Linhagem - Camila Dornas

Lido em: Fevereiro de 2013
Título: A Linhagem
Autor: Camila Dornas
Editora: Novo Século (Selo Novos Talentos)
Gênero: Romance, Literatura Nacional
Ano: 2013
Páginas: 336
Nota:
Sinopse: Londres do século XVIII. A capital da Inglaterra era um dos mais importantes centros do mundo. Vestidos pomposos, elegância e boas maneiras. Um tempo onde as posses e a reputação regiam a sociedade. A igreja possuía poder absoluto e condenava aqueles os quais pesava a suspeita de bruxaria – a arte oculta temida e repudiada pelo senso comum. Nesse cenário intimidador, surge uma mulher especial, com dons inimagináveis. E um destino grandioso... 

Resenha: O livro "A Linhagem" se passa na antiga Inglaterra do século XVIII (?) e conta a história de Evangeline Bennet, uma moça que perdeu a mãe quando ainda era criança e foi criada por seu pai, Julian, um homem super tirano, violento, antiquado e cruel. Ela tem uma irmã que vive a atormentando, Margareth, com quem não tem a menor afinidade. Somente Morgana, sua dama de companhia, é quem foi a única pessoa mais próxima de uma mãe que Evangeline poderia ter, e por isso, as duas tem uma relação de cumplicidade e amor incondicional que ultrapassa todas as barreiras.
Evangeline não é uma moça comum... Além de linda, o que atrái olhares de vários homens, ainda possui poderes sobrenaturais: ela controla os quatro elementos da natureza, fogo, água, terra e ar. Sempre que quer levantar o astral ou recuperar suas forças, ela corre para a floresta para sentir e absorver a boa energia do lugar. Mas por receio de ser condenada como bruxa e ser queimada numa fogueira, a moça esconde que possui esse talento de todos. Só seu pai e seus amigos, Genevieve e Albert, sabiam desse segredo.
Como era costume na época, os casamentos eram arranjados pelos pais dos futuros noivos, e para horror de Evangeline, Julian acaba por arranjar um casamento para a filha com Hector, o primo do rei. Julian só queria se ver livre da filha e aproveitou a oportunidade. Mas o que se esperava, era que Evangeline concordasse com tudo de cabeça baixa, e vivesse submissa ao marido, mas não é o que acontece... Evangeline tem o espírito livre, tem a personalidade forte, enfrenta quem quer que seja sem se preocupar com as consequências, vive discutindo com o pai para defender seus interesses e é decidida em suas escolhas. Eis que surge Henry, o cocheiro, e inconformada pelo casamento arranjado, ela acaba encontrando conforto e segurança nele, e daí surge um romance intenso, porém proibido.
Então, a fim de tentar acabar com o casamento e ficar livre para viver com Henry, Evangeline tenta descobrir algo de errado que Hector poderia ter feito, porém, ela descobre que os segredos que ele possui são terríveis...
Ela descobre que não é a única a possuir o dom da magia e aprende muito mais sobre isso, descobre sobre sua verdadeira linhagem, e ainda passa a correr contra o tempo pois há uma enorme conspiração no ar...

Quando vi a capa de "A Linhagem" pela primeira vez, achei muito bonita pois a impressão que dá é a de leveza e liberdade, e é isso que Evangeline quer. Mas ao olhar a capa de perto, pude notar alguns defeitos de montagem que ficaram meio grosseiros, como o recorte e o sombreado exagerado.
A narrativa é muito boa e flui muito bem, os cenários foram muito detalhados, as páginas são amareladas e o tamanho da fonte é ótimo, mas além de ter encontrado alguns erros de ortografia que passaram despercebidos na revisão, de ter percebido que muitas características e pensamentos de personagens se repetiram por muitas vezes, ter encontrado duas mesóclises que não entendi o que estavam fazendo alí (pois acho que os personagens devem manter um padrão de fala, e se falam de forma simples o tempo todo e no mesmo parágrafo aparecerem do nada com um "dar-te-ei", por exemplo, foi triste) e ter notado várias frases de efeito que não se encaixaram no lugar onde estão, fiquei encucada com alguns pontos, pois a história se passa no século XVIII (?) mas em momento algum eu fui convencida de que realmente se passava nessa época. Por mais que eles vivam a luz de velas, usem anáguas e espartilhos, andem por aí a cavalo ou em carruagens, as personagens vão ao banheiro, ao toalete, tomam banho de banheira, enfeitam a casa com persianas e etc... Oi? Essas coisas não existiram nessa época! Só vieram no século seguinte. Até o termo "nanossegundo" foi usado, e duas vezes, então, todo esse anacronismo fez eu me desconcentrar da história. Acho que faltou pesquisa para que se tornasse crível.

Enfim, a história é bacana, até tem umas cenas mui calientes (talvez para ilustrar a química perfeita entre Evangeline e Henry), e vale a pena ser lida. Pra quem gosta de romances de época, com toque de mistério e magia, vai curtir, mas não sei se o leitor vai aproveitar a leitura se se atentar a esses detalhes que apontei como falhos.

44 comentários

  1. Finalmente a resenha que estava esperando! Rsrs
    Eu curto romances contemporâneos de época, mas não sei se leria A Linhagem... Como você já sabe, Flávia, eu não curti a capa. Enquanto você achou libertadora e linda, achei brega ao extremo!!!
    E essa coisa toda de anacronismo também afasta o leitor, né?
    Você não escreve sobre um período histórico sem propriedade.
    Beijos,
    Vinícius - Livros & Rabiscos

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto muito de livros com temáticas mais antigas porém como você ressaltou é preciso pesquisar muito. Mesmo detalhes pequenos podem significar uma falha do autor e criar certo descrédito. Eu também gostei da capa a princípio mas teria que ter uma edição comigo pra avaliar de pertinho ^^
    Acho importante incentivar a literatura nacional e acho que mesmo com pontos falhos daria uma chance ao livro :)
    desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu também acho que essa capa da ideia de liberdade. Tem tudo a ver ^^

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto dessa capa apesar dos defeitinhos. Achava que esse livro era mais só época e menos magia. Esses negócios de elementos aí, eu fico com um pé atrás. Mas acho que daria uma chance, talvez a história me cative ou não.
    Bjs, Ju - Céu de Letras

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Flávia, eu já resenhei esse livro e tive uma visão um pouco diferente. Fique analisando e só vejo uma resposta, eu o li em e-book. Mas os detalhes que vc citou eu não achei "estranho". Enfim, opinião é opinião. rsrs
    Atentei realmente para essas coisas que não existiam no século XVIII, mas eu deixei pra lá pq estava interessada no romance, e talvez tenha pecado por não atentar tanto. E incrível, no e-book eu encontrei apenas dois erros ortográficos.
    Beijos, linda.

    clicandolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pela resenha Flávia! Estou ansiosa para ler A Linhagem! Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Esses dias tu comentou lá no grupo sobre o livro. E fiquei pensando mais tarde a respeito.
    Caramba você tem que manjar do português para escrever uma história de época e usar as palavras adequadas.
    Ou então, seja simples use o português que sabe sem misturar tudo, porque sinceramente, não tem como ler.

    Não é um livro que me atraí não. Mas creio que aqueles que gostam é um prato cheio ;)

    Beijão no coração ♥
    www.intheskyblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, Flavia.
    Essas falhas de pesquisa me fariam desinteressar pela história imediatamente. Ainda bem que li sua resenha, assim nem perco meu tempo. Erros de ortografia e incoerências na linguagem dos personagens também são falhas que me incomodam. Enfim, não me interessei mesmo.
    Ótima resenha como sempre.
    Beijo.
    http://navirj.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. A mesmo com os erros eu leria, acho que mesmo com defeitos ortográficos se a história for realmente boa pode nos fazer bem. Acho que a função do livro sim, é está perfeitamente correto em todos os sentidos, mais se a história for realmente boa desconsidero as falhas. Eu me interessei pela história, gostei de sua resenha você mostrou o lado bom e ruim do livro.
    Até mais.
    http://desventuras-em.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Flavia! Também li um livro que tinha palavras que não combinavam com o contexto,confesso que quebrou bastante o ritmo da leitura, eu estava super no clima e do nada algo sem nexo aparecia e eu ficava pensando onde eu estava. É ruim quando prejudica a leitura, espero que neste livro aqui eu consiga ficar tão presa ao enredo, que estes pontos não afetem o desenrolar da história.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  12. Não me interessei muito pelo livro, a capa até parece interessante.

    http://enfimshakespeare.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Me interessei pelo livro e adorei a temática :)
    Sem contar na capa que é linda!!

    http://autoracarolinaribeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Flavinha, recentemente li um livro que também tinham essas falhas na narrativa, se passava em uma época mas alguns acontecimentos não batiam com o período. Acredito que seja complica e arriscado escrever uma historia de época, exigi-se muita pesquisa e detalhamento. Ainda não li o livro, mas ainda assim quero ler, sou fã de romances. rsrs

    Adorei a resenha.

    Beijos
    Jaque - Meus livros, meu mundo.

    ResponderExcluir
  15. Eu já havia lido algumas resenhas do livro, porém nenhuma delas focava nesse ponto (os erros encontrados, e que podem atrapalhar a leitura), mas mesmo com esses que você encontrou e expôs muito bem, ainda mantive minha vontade de ler esse livro.

    Muito boa resenha... Parabéns

    ResponderExcluir
  16. Oi Flá... Estou lendo esse capítulo e também fiquei me pergunta sobre o 'banheiro', mas principalmente sobre as 'persianas', tipo LOL... Eram cortinas de pano grosso naquela época, haha.
    Adorei a resenha.

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com/

    ResponderExcluir
  17. Atirou bem no meio quando disse que não tinha toalete nesta época entre outas coisas, eu estou lendo um livro (nacional) em que estas características são essenciais.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Olá Flavia!
    Eu adoro livros nacionais e histórias de época. Me empolguei toda com a sinopse, mas quando vc apontou os "defeitinhos" do livro, confesso minha empolgação deu uma esfriada...
    É bem aquilo que conversávamos outro dia: pra se fazer um bom livro com história de época, tem que se fazer uma pesquisa muito completa ;)
    Ótima resenha!
    Beijos, bom domingo =*

    @morenalilica
    Doce Insensatez

    ResponderExcluir
  19. Oi Flavia, amei sua resenha...
    É vc tem razão quanto a capa, estou lendo o livro, mais a história não me prendeu ainda :(
    Olha, não tinha percebido isto da capa, até vc comentar na resenha!!

    beijos mila
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Oi Fla.
    Cheguei !
    Eu não posso dizer que não lerei, até porque pode ser um bom livro. Por ser um livro de estreia, 3 estrelas estão o suficiente. Melhor que ser falsa e hipócrita só por ser um livro de parceria #indiretasSouza
    Beijooka

    ResponderExcluir
  21. Flavia, realmente, acho q erros como os q a autora cometeu poderiam ter sido evitados com um pouco de pesquisa. Mas acho q pelo oq vc falou a historia vale a pena :D
    Parabéns pela resenha, como sempre super sincera e direta
    beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Eu li esse livro e me incomodei com esse tipo de coisa também, além de outras... Creio que foi um erro da autora, mas são com os erros que se apredem e creio que no futuro ela pode usar esses erros para criar outro livro, desta vez sem falhas. Já resenhei esse livro lá no blog também...

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Eu acho que se a história me prender acho que eu deixo passar esses ''detalhes'' mas quando a gente já se vê reparando nisso não tem jeito né, uma peninha.

    Michelle Boyd
    The Little Things

    ResponderExcluir
  24. Amei o Blog, tudo muito lindo!
    Dicas ótimas de leitura...obrigada.

    ResponderExcluir
  25. eu acho que os pequenos detalhes fora de epoca me incomodariam, mas td bem quem sabe eu leia um dia né :)

    ResponderExcluir
  26. Oie,
    acho que vou gostar do livro sim, apesar do que você disse, parece ser bem interessante.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  27. Oi Camila!

    Acabei de ler uma resenha que bate no mesmo ponto que a tua,onde o livro não convence com relação a época devido aos diálogos dos personagens e tal.Acredito que isso tb me incomodaria.

    Bjos
    http://www.roubandolivros.com


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila é estudante de letras, esse foi seu primeiro livro, com apenas 17 anos.

      Excluir
  28. Oi Flávia,
    Eu adoro esses romances históricos e envolvendo magia, melhor ainda! Mas esses problemas que você comentou, erros de revisão, mistura entre linguagem de época e moderna e a falta de pesquisa histórica me deixaram com "os dois pés atrás", rsrs. Porque são esses detalhes que deixam a narrativa mais crível por mais ficcional que ela seja.
    Acho que só vou ler esse livro se encontrá-lo em promoção numa livraria ou pegar emprestado com alguém.

    beijos.
    ^-^

    PS: Meu blog (antes "Entre Livros e Rabiscos") mudou de nome e endereço, agora é "Vagando entre Estantes":
    http://vagandoentreestantes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  29. Bom, independente dos problemas citados o enredo é bastante interessante, e eu leria esse livro sim. Mas o que chamou minha atenção é o fato de que Evangeline domina os quatro elementos. Não é muita coisa pra uma pessoa só?

    O que é mesóclises?

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  30. Oi!
    Nossa, até fiquei um pouco receoso agora. Sou um pouco detalhista e acredito que inevitavelmente observarei esses pontos. Sobre a capa, diferentemente de você, eu achei feia. O que me faz querer ler muito o livro, é a sinopse.
    Espero gostar da história e não me frustrar assim...
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  31. Oi Flávia!
    Estava ansiosa para ler esse livro depois que li a sinopse pela primeira vez. Mas, depois desses problemas que você comentou, deslizes em relação à tecnologia inexistentes na época e na linguagem, fiquei uma pouco receosa de lê-lo. Se um dia esse livro ficar em promoção na submarino, quem sabe? Posso até comprá-lo.

    ResponderExcluir
  32. Nossa. Eu tinha tantas expectativas boas para esse livro.
    Confesso q caiu uns % do meu desejo, mas continuo querendo ler esse livro.
    Por isso q eu, no livro q estou escrevendo, reviso várias e várias vezes cada capítulo para ver se não está exagerado ou fora de foco. A capa só dá para saber sobre esse grosseria quando eu tiver ele em mãos, mas até lá eu continuo acho linda.
    Otima resenha e obrigado por não esconder nada Flavia-chan. Com certeza as pessoas já estaram preparados p/ alguns erros q venaham aparecer durante a leitura.
    P. S. = nossa. Alguém te chamou de Camila nos comentarios. Rsrsrsrs...

    Http://peregrinodanoite.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  33. Já ouvi falar muito desse livro e vi em vários blogs, a capa é linda e concerteza a sua resenha ficou ótima, parabéns! Ainda vou procurar esse livro para ler, ouço muitos comentários bons.

    http://vidradaemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  34. Me interessou primeiramente por causa da época em que se passa, adoro histórias ambientadas no passado *-*
    E por ter um conteúdo um pouco mais hot também chama a atenção. Não conhecia o livro, mas gostei!

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  35. Eu adoro livros assim de época e acho que leria esse, apesar de você falar que tem alguns erros, mais isso a gente ignora se a história é boa né rs
    Beijos Flavia, e senti falta de comentar aqui haha
    www.souseuastral.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  36. Oiee
    A capa realmente é bem bonita mas exagerada, achei a mesma coisa desde a primeira vez em que a vi. Odeio quando vejo erros nos livros, principalmente quando são em livros maravilhosos, e também é bem triste porque estraga o livro, por mais pequeno que seja o erro. Achei a história bem interessante, mas acho que não sou muito fã de livros de épocas antigas.

    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  37. Detesto estar lendo um livro e encontrar erros de ortografia, acho broxante... pior ainda se a história tem elementos contraditórios e algumas coisas não se encaixam... A história a princípio tem bons elementos para ser boa, apesar de não parecer nada de muita novidade... masssss, como adoro romances, é um livro que eu leria (ou lerei ainda, quem sabe...hehehe).

    ResponderExcluir
  38. Oi Flávia!
    Adorei a resenha, até ampliou meus conhecimentos, pois não sabia o que era uma mesóclise e fui olhar no Google ;) Eu já não curtia essa capa por achar que o vestido utilizado não é da época proposta na sinopse, agora descobri que vários outros fatores destoam na narrativa. Uma pena, porque a proposta do livro é bem interessante.
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  39. Oii Flavia!!

    Eu gostei muito da capa desse livro, ja vi de perto mas nao olhei atentamente, eh triste quando nao capricham ne?! capa tao bonita perde um pouco do brilho por algo besta.

    Eu estava curiosa pra ler o livro, mas pelo que vc disse vou acabar me sentindo bastante incomodada, erros de grafia eu supero, mas erros quanto a época são mais complicados, e ter tudo de uma vez então rs, parece muito pra mim =P

    Ótima resenha!!

    bjoo

    ResponderExcluir
  40. Olá, adorei a resenha de "A linhagem", essa livro parece ser bem interessante, vou providenciar, nem q seja em e-book!!!:D E estou aguardando uma visita sua no meu blog, vou deixar aqui novamente o meu link, é muito importante para mim q vc me siga, pois estou no começo e preciso de uma força, vc sabe como esse início é difícil, não sabe? ;)
    Abraço e boas, leituras!link.http://amandatrindadepalavrasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  41. "Dar-te-ei"... Só eu que iria rir muito se lesse isso? kkk
    Quero dar uma chance a esse livro, espero não me importar muito a essas falhas que você apontou, mas, qualquer coisa, volto para dizer o que achei.
    Gostei bastante da resenha. =) Beijos

    http://cartaen.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir