4 de abril de 2018

Dear Heart, Eu Odeio Você! - J. Sterling

Título: Dear Heart, Eu Odeio Você!
Autora: J. Sterling
Editora: Faro Editorial
Gênero: Romance
Ano: 2017
Páginas: 288
Nota:
Sinopse: Jules era viciada em trabalho. Colocando sempre o amor em segundo plano, sua principal meta era construir uma carreira com sólida reputação. Cal Donovan era muito parecido. Ele havia traçado uma lista de objetivos para alcançar na vida, e nela só havia espaço para ascensão profissional. Mas um encontro ao acaso muda tudo. De repente, o amor não parece uma distração para atrapalhar seus planos. Como fazer um relacionamento dar certo quando a sua cara-metade mora a milhares de quilômetros de você? Como viver esse amor sem abandonar tudo o que construiu? Algumas vezes as nossas mentes elaboram planos, estabelecem metas, perseguem sonhos. E algumas vezes os nossos corações ignoram as nossas mentes e decidem apostar no amor.

Resenha: Jules mora na Califórnia e Cal em Boston. Eles são jovens, bem sucedidos em suas promissoras carreiras e workaholics assumidos. Nenhum dos dois estavam buscando por um relacionamento, até Jules, numa viagem à trabalho pra Boston, conhecer Cal por ironia do destino. O tempo que passam juntos é perfeito mas Jules acaba tendo que voltar pra casa, o que não impediu que eles continuassem mantendo contato através de mensagens, ligações e afins. Mas as coisas estavam bem demais pra ser verdade e quando algo inesperado acontece, a relação acaba sendo bastante abalada...

Particularmente não acredito muito nesse lance de relacionamento a distância, mas a forma como a autora trabalha esse tema é bastante crível, pois ela utiliza de uma escrita fluída, leve e com elementos relevantes e que colaboram muito para o desenvolvimento do romance entre personagens que possuem suas virtudes, mas também seus defeitos.

Jules é uma mulher focada e determinada naquilo que traçou para a própria vida, e, apesar de ter suas falhas, é humana e aprende com os erros, mas ao final ela acabou fugindo um pouco dessas definições e tendo atitudes bastante contraditórias e nada a ver. Talvez a mudança tenha se dado pelo fato de que, diante da mudança de rotina, do amor propriamente dito e de possíveis problemas, as pessoas mudam, tem um olhar novo pras coisas, ficam mais fragilizadas e até desestabilizadas.
Cal também é determinado e preocupado em ser bem sucedido naquilo que faz, e por mais que ele tenha tido uma atitude lamentável e ter me irritado bastante, é impossível não suspirar por esse homem e torcer pra tudo dar certo.
A autora cria uma dinâmica entre esse casal improvável que se dá a chance de experimentar o amor e descobrir um lado de si mesmos que, até então, era desconhecido, e isso foi bem bacana de se acompanhar, e mais ainda ver personagens que são humanos e muito reais, fazendo com que muitos possam se identificar com eles.

Os personagens secundários também são ótimos, bem construídos e sempre estão alí pra dar aquela força e aquele ombro amigo nas horas mais complicadas, principalmente por falarem o que seus amigos precisam ouvir, e não o que querem. Eles só não foram tão explorados quanto eu gostaria e a sensação que fica é aquele gostinho de querer saber só mais um pouquinho sobre esses dois. Não acharia nada ruim se a autora investisse num livro pra contar um pouquinho mais deles.

Pessoas com personalidades similares e com as mesmas metas de vida podem dar certo, sim, o que prova que nem sempre só os opostos se atraem...
Enfim, Dear Heart, Eu Odeio Você! é um romance que remete a atualidade e mostra que relacionamentos amorosos, mesmo que arranque suspiros, sempre tem suas complicações, principalmente quando são à distância e entre duas pessoas que, a princípio, colocam o trabalho em primeiro lugar em suas vidas. Mas, a medida que a leitura progride, vamos acompanhando a jornada do casal e aprendendo que é possível conciliar e equilibrar as coisas em meio aos objetivos e prioridades traçadas de uma forma incrível, desde que o sentimento seja verdadeiro e intenso o suficiente, e exista força de vontade pra fazer dar certo.
0 Comentários pelo Blogger
Comentários pelo Facebook

Nenhum comentário

Postar um comentário